Coritiba 1 x 0 Internacional - Gol polêmico aumenta jejum colorado

Os jogadores do Inter reclamaram um toque de mão de Rafinha na hora do gol

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 29 (AFI) – Com um gol polêmico marcado por Rafinha, o Coritiba fez o dever de casa e venceu o Internacional, por 1 a 0, no Estádio Couto Pereira, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado não foi bom para o time gaúcho, que perdeu mais uma chance de encostar na zona de classificação para a Copa Libertadores do ano que vem.

Já o Coxa se distanciou um pouco mais da zona de rebaixamento, chegando aos 22 pontos, mas continuando de fora dos times que estariam classificados para a Copa Sul-Americana. Por outro lado, o Internacional chegou aos quarto jogo sem vitória - três derrotas e um empate -, estacionando nos 31 pontos.

Perigo só em chutes de fora
Mesmo com alguns desfalques e jogando de um Internacional com praticamente força máxima, o Coritiba começou em cima do Coritiba e criou a primeira oportunidade aos 14 minutos. Alex Santos recebeu passe de fora da área e soltou a bomba para a defesa segura de Muriel. Na sequência, foi a vez do lateral Ayrton arriscar de longa distância e ver o chute parar nas mãos do camisa 1 colorado.

E quase que o Inter abre o placar em sua primeira chegada ao ataque, aos 21 minutos. Fred escapou pela esquerda, fez boa jogada individual e tocou para trás. A bola passou por todo mundo e encontrou Diego Forlán, que com o gol aberto conseguiu chutar por cima do travessão. Aos poucos, o time gaúcho passou a se soltar e crou uma boa oportunidade quatro minutos depois de Forlán perder chance clara.

Leandro Damião dominou fora da área e soltou a bomba. A bola explodiu no travessão de Vanderlei e sobrou com Forlán, que chutou para fora. Os dois times encontravam muitas dificuldades em entrar na área adversária e por isso a maioria das chances saia em chutes de longa distância.

Gol polêmico dá vitória
Assim como no primeiro tempo, o Coritiba começou com mais posse de bola e assustou logo aos seis minutos. Ayrton cobrou falta para dentro da área, mas o goleiro Muriel se antecipou aos zagueiros do Coxa e aliviou o perigo. Na sequência, a bola sobrou para Marcel, que tinha espaço para finalizar, mas inventou e tentou passar para seus companheiros, entregando nos pés do adversário.

Aos 11 minutos não teve jeito. Lincoln recebeu dentro da área e bateu para defesa de Muriel. A bola rebateu em Rafinha, que apenas completou para o gol aberto. Os jogadores do Inter ficaram pedindo toque de mão do meia. O time gaúcho por muito pouco não empatou aos 24. Marcos Aurélio arriscou de fora, a bola desviou no meio do caminho e Vanderlei conseguiu fazer a defesa.

A partida ficou bastante truncada no meio-campo, com muitas faltas e poucos lances de perigo. O Internacional abusava dos cruzamentos para dentro da área, se muito sucesso. Aos 38 minutos, Leandro Damião ajeitou para Elton, que passou por dois marcadores e cruzou, mas não apareceu ningem para completar. Na sequência, Ayrton cobrou falta com perfeição e a bola explodiu na trave de Muriel.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no próximo domingo. O Coritiba enfrenta o Botafogo, às 18h30, no Engenhão, pela 21ª rodada. O Internacional recebe o Flamengo, às 16 horas, no Beira-Rio.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
20ª rodada
Data
29/08/2012
Horário
19h30
Local
Estádio Couto Pereira - Curitiba (PR) (PR)
Árbitro
Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)

Renda
R$ 203.852,00
Assistentes
Marco Santos Pessanha (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

Público
12.200 pagantes.
Coritiba-PR
Vanderlei;
Ayrton, Pereira, Escudero e Eltinho;
Willian, Chico (Júnior Urso), Robinho, Lincoln (Gil) e Rafinha;
Alex Santos (Marcel).
Técnico: Marcelo Oliveira
Internacional-RS
Muriel;
Nei, Índio, Juan (Índio) e Kléber (Marcos Aurélio);
Guiñazu, Ygor, Elton e Fred;
Diego Forlán e Leandro Damião.
Técnico: Fernandão