Cruzeiro 5 x 0 Avaí - Goleada e fim do jejum livram barra de Joel

O time mineiro não vencia uma partida no Brasileirão há quatro rodadas

por Agência Futebol Interior

Uberlândia, MG, 13 (AFI) - A situação do técnico Joel Santana estava ficando bastante crítica, mas deu uma aliviada após o grande conquistado pelo Cruzeiro na noite deste sábado. O time azul-celeste não tomou conhecimento e goleou o Avaí, por 5 a 0, no Parque dos Sabiás, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com esse ótimo resultado, a Raposa terminou com um jejum de quatro jogos sem vitórias e chegou aos 21 pontos, aparecendo na décima posição. Enquanto isso, o Leão conheceu sua segunda derrota seguida e vem na penúltima posição, com 13 pontos.

Muita emoção e Raposa goleia
Diferente do que muitos esperavam, Cruzeiro e Avaí iniciaram a partida com tudo. Logo aos dois minutos, Anselmo Ramon dirblou o goleiro Felipe e bateu na rede pelo lado de fora. Na sequência, Rafael Coelho aproveitou cruzamento de Daniel e acertou um bonito voleio na trave. No rebote, Cleverson perdeu grande oportunidade e mandou para fora. Aos 15, Wellington Paulista ficou com a sobra, driblou Felipe, mas optou pelo cruzamento ao invés do chute.

Depois de um começo bastante movimentado, o jogo caiu um pouco de produção e foi melhorar apenas aos 25. Fabrício arriscou de longa distância e a bola passou raspando a trave de Felipe. Na sequência, o Cruzeiro chegou ao tão procurado gol. Roger fez boa jogada individual e rolou para o volante, que bateu com categoria, apenas tirando do goleiro adversário.

A Raposa teve oportunidade de ampliar com Anselmo Ramon, que recebeu passe de Montillo e bateu para duas boas defesas de Felipe. O atacante conseguiu se reabilitar da chance perdida aos 35, quando aproveitou cruzamento de Vítor e estufou as redes, praticamente em cima da linha. O torcedor da Raposa comemorava no Parque dos Sabiás, mas não sabia o que ainda iria acontecer.

Aos 43, Wellington Paulista invadiu a área livre, mas na hora da finalização foi acertado por Welton Felipe. O árbitro assinalou pênalti e expulsou o zagueiro do Avaí. Montillo cobrou com categoria e fez o terceiro. Na saída de bola, Dirceu falhou bisonhamente e Vítor ficou com a sobra, mas foi calçado por Romano. No entanto, dessa vez o meia argentino cobrou mal e Felipe fez a defesa.

Para fechar o caixão
Se o primeiro tempo terminou bastante movimentado, com gols, expulsão e pênalti perdido, a etapa final começou de forma morna e sem muitas oportunidades. Aos quatro minutos, Anselmo Ramon girou em cima da zaga adversária, mas na hora da finalização foi travado e perdeu uma boa oportunidade. O Cruzeiro tinha maior posse de bola, mas não conseguia chegar ao gol defendido por Felipe.

Atrás do marcador, o Avaí partiu para cima do Cruzeiro, mas não conseguia escapar da forte marcação adversária. Aos 29 minutos, Thiago Ribeiro fez grande jogada individual, deixou dois marcadores para trás e tocou para Wellington Paulista. O atacante concluiu pela linha de fundo. Na sequência, ele acabou sendo substituído por Ortigoza.

Tranquilo na partida, o Cruzeiro passou a tocar a bola buscando um espaço na zaga adversária para fazer o quarto. Aos 36 minutos, Leandro Guerreiro roubou a bola no meio-campo e deixou para Montillo, que deu lindo passe para Thiago Ribeiro, que tocou com categoria. No entanto, as redes de Felipe ainda iriam balançar mais.

Dois minutos depois, Ortigoza fez linda jogada individual e bateu com categoria, no ângulo de Felipe. O Avaí quase diminuiu em uma de suas poucas jogadas de perigo. Aos 40, Romano arriscou de longe e contou com desvio de Leandro Guerreiro para quase surpreender Fábio, que estava atento e fez a defesa.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
16ª rodada
Data
13/08/2011
Horário
18h30
Local
Parque dos Sabiás, em - Uberlândia-MG (MG)
Árbitro
Péricles Bassols Pegado Cortez

Assistentes
Dibert Pedrosa Moisés e Rodrigo Pereira Jóia

Cruzeiro-MG
Fábio;
Vítor, Léo, Naldo e Diego Renan;
Fabrício, Marquinhos Paraná, Roger (Thiago Ribeiro) e Montillo;
Anselmo Ramon e Wellington Paulista (Ortigoza).
Técnico: Joel Santana.
Avaí-SC
Felipe;
Welton Felipe, Bruno e Dirceu;
Daniel, Acleisson (Thiago Salles), Batista, Fabiano (Diogo Orlando), Cleverson e Romano;
Rafael Coelho (Maurício Alves).
Técnico: Alexandre Gallo.