Grêmio 3 x 1 Atlético-PR - Que vitória linda, Imortal!

Com a vitória, Tricolor ultrapassa o Atlético-PR na classificação

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 20 (AFI) - Com o apoio fanático do seu torcedor, o Grêmio conseguiu uma importante vitória na tarde deste sábado. No Estádio Olimpico, em Porto Alegre, pela 36ª rodada do Brasileirão, venceu o Atlético-PR, por 3 a 1 e, pela primeira vez, entrou no G4.

Com 57 pontos, o Imortal ultrapassou o Atlético-PR e chegou a quarta colocação. O Furacão, por sua vez, estacionou com os 56 pontos, agora, na quinta colocação. Neste domingo, o Grêmio terá que torcer por uma vitória do Internacional, contra o Botafogo para ficar no G4.

Que primeiro tempo!
Com o apoio do seu torcedor, o Grêmio quase abriu o placar aos quatro minutos. Lúcio foi até a linha de fundo e cruzou na cabeça de André Lima. O atacante caprichou muito no lance e a bola saiu tirando tinta da trave de Neto.

Pressionando, o Tricolor chegou ao seu gol aos 13 minutos, num belo gol. Na entrada da área, Neuton fintou um zagueiro paranaense e bateu no alto, sem chances para Neto, que só ficou a bola morrer no fundo das redes.

Mas, não demorou muito para o Atlético-PR empatar. Aos 19 minutos Neuton derrubou Guerron, dentro da área. O árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Paulo Baier bateu no meio do gol, enquanto, Victor tinha caido no canto.

Mesmo com o gol de empate, o Grêmio continuava melhor no jogo e aos 25 minutos, quase marcou o segundo. Edilson fez boa jogada individual e rolou para Lúcio. O meia bateu com categoria, da entrada da área. Mas, a bola explodiu no travessão e tirou suspiro dos torcedores presentes no Olímpico.

No final do primeiro tempo, o jogo caiu um pouco de produção e nenhum dos times conseguia chegar com grande perigo.

Virada imortal!
Precisando dos três pontos, o Grêmio voltou pressionando e aos 13 minutos conseguiu marcar o seu gol. Edilson invadiu a área e foi derrubado por Rodolpho. O meia Douglas bateu o pênalti com categoria, deslocando o goleiro Neto.

Com o resultado favorável, o Grêmio passa a administrar o jogo e deixa o Atlético-PR jogar um pouco mais. Mas, numa tarde infeliz, o Furacão pouco criava e quase não levava perigo ao gol de Victor, que pouco relou na bola no segundo tempo.

Melhor em campo, o Tricolor fez o terceiro gol aos 43 minutos. Diego Clementino (foto) fez boa jogada individual na entrada da área e bateu rasteiro, no canto de Neto, que se jogou na bola, mas não conseguiu chegar.

Próximos jogos
No próximo domingo, os times voltam aos gramados às 17 horas. O Grêmio enfrenta o Guarani, em Campinas, enquanto, o Atlético-PR encara o Ceará, em Fortaleza.

Ficha Técnica

Grêmio 3 x 1 Atlético-PR

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre-RS
Renda: R$ 573.658,50.
Público: 27.044 pagantes (30.117 no total).
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho-SP (Fifa)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse-SP e Vicente Romano Neto-SP
Cartões amarelos: Neuton (Grêmio); Wagner Diniz, Manoel, Rodolpho, Paulo Baier, Branquinho, Nieto, Deivid, Chico e Guerron (Atlético-PR)
Gols: Neuton aos 13'/1T, Douglas aos 13'/2T e Diego Clementino aos 43'/2T (Grêmio); Paulo Baier aos 19'/1T (Atlético-PR)

Grêmio
Victor; Edilson (Ferdinando), Paulão, Neuton e Fábio Santos; Fábio Rochemback, Adilson, Lúcio e Douglas (Gilson); Júnior Viçosa (Diego Clementino) e André Lima.
Técnico: Renato Gaúcho

Atlético-PR
Neto; Wagner Diniz (Maikon Leite), Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Chico, Deivid, Paulo Baier e Branquinho (Ivan González); Guerrón e Nieto.
Técnico: Sérgio Soares.