Líder e vencedores dão show na Seleção FI do Brasileirão

Mais uma rodada do emocionante Campeonato Brasileiro se foi, e a Seleção Futebol Interior da 25ª rodada entra em campo

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 27 (AFI) – Mais uma rodada do emocionante Campeonato Brasileiro se foi, e a Seleção Futebol Interior da 25ª rodada entra em campo. O destaque fica por conta dos vencedores, que trazem seus craques, além do Fluminense, que com uma vitória na Bahia, contra o Vitória, e com o tropeço do Corinthians, assumiu a liderança isolada da competição.

O Corinthians foi derrotado no Sul, pelo Inter, por 3 a 2, tomando um gol aos 48 minutos do segundo tempo. Enquanto isso, o Fluminense não jogou bem, mas soube neutralizar o Vitória, e saui de campo com os três pontos, além da liderança garantida.

Confira os craques!

Goleiro: Jeferson (Botafogo) - Pode não ter sido o melhor resultado para o Botafogo, mas se não fosse o goleiro Jefferson, poderia ter sido bem pior. Com bela atuação, principalmente no segundo tempo, segurou tudo, e garantiu o empate contra o Atlético-PR.

Lateral-direito: Gabriel (Grêmio) - Muito bem em campo, ele ajudou tanto na defesa, segurando as investidas do Galo Mineiro, quanto no ataque, criando jogadas, e marcando um dos gols do Grêmio.

Zagueiro: Leandro Euzébio (Fluminense) - A vitória deixou o Tricolor na liderança do Brasileirão, e o zagueir foi um dos melhores. Seguro, não deu espaços, e os atacantes do Vitória não conseugiram fazer nada.

Zagueiro: Rodolfo (Atlético-PR) - O Furacão aguentou uma grande pressão no primeiro tempo, e se não fosse pela postura segura do zagueiro Rodolfo, o Botafogo teria feito mais gols.

Lateral-esquerdo: Thiago Feltri (Atlético-GO) - O jogador teve boa participação na vitória do Atlético-GO. Além de marcar seu gol, foi fundamental no apoio ao ataque. Na defesa, teve pouco trabalho para marcar o veterano Paulo César.

Volante: Jeferson (Avaí) - Um resultado mais que incrível, e que deu a chance do Avaí sair da zona de rebaixamento. O volante Jeferson foi um dos grandes nomes, tanto na organização do meio campo, quanto foi ao ataque, e deuixou sua marca por duas vezes.

Meia: Andrézinho (Internacional) - O meia nem se destacou tanto durante o jogo, mas no final, quando mais o time precisou dele, cobrou uma falta que acabou morrendo no fundo do gol de Júlio César, e garantiu os três pontos do Inter.

Meia: Conca (Fluminense) - Se o Fluminense é líder do Brasileirão, deve muito ao argentino Conca. Enquanto Deco não justifica sua contratação, o hermano segue carregando o Tricolor nas costas. Contra o Vitória, ele marcou um gol de pênalti e deu uma linda assistência para Rodriguinho marcar o segundo. Ai se ele fosse brasileiro...

Atacante: Rafael Moura (Goiás) - Mesmo jogando com um São Paulo embalado, e dentro do Morumbi, ele não estava nem aí, assustou a defesa adversária, tanto que a fez cometer vários erros, e quando a bola sobrou, marcou dois gols.

Atacante: Kléber (Palmeiras) - O que falar de um jogador que marca dois gols e decide uma partida. Pois bem, esta foi a participação de Kléber na vitória palmeirense. Com personalidade ele deu uma sobrevida ao Verdão no Brasileiro.

Atacante: Neymar (Santos) - Após a polêmica com o técnico Dorival Júnior e não ter sido convocado para o amistoso da Seleção por Mano Menezes, o atacante Neymar fez uma daquelas partidas memoráveis. Fez um golaço e deu assistência para outros dois.

Técnico: Muricy Ramalho (Fluminense) - O Vitória sempre atua muito bem quando joga em casa, mas Muricy soube montar o Fluminense de uma forma muito bem organizada. O Tricolor foi seguro na defesa, não dando nenhum espaço, e quanto precisou, foi rápido no ataque, o que acabou resultando em dois gols, além da retomada da liderança.