Grêmio Prudente reencontra responsável por seu maior pesadelo

Avaí, adversário nesta abertura de returno, massacrou a equipe paulista, por 6 a 1, na estreia

por Agência Futebol Interior

Presidente Prudente, SP, 08 (AFI) – O Grêmio Prudente reencontra, nesta quinta-feira, o adversário que aplicou-lhe a goleada mais humilhante, até agora, no Campeonato Brasileiro. O Avaí, adversário nesta abertura de returno, massacrou a equipe paulista, por 6 a 1, na estreia.

De lá para cá, entretanto, muitas mudanças nos dois clubes. A começar pelos técnicos. No Prudente, Toninho Cecílio foi para o Vitória e Antônio Carlos assumiu. Pelo clube catarinense, Péricles Chamusca foi para o Al-Arabi, do Qatar, e o delegado Antônio Lopes assumiu.

Em relação aos times, o Leão ainda mantém a base daquela partida, realizada no dia 9 de maio. Jogadores como os zagueiros Rafael e Emerson, os volantes Marcinho Guerreiro e o meia Caio seguem entre os titulares.

Emerson, aliás, foi o grande nome do jogo. Ele marcou três gols e comandou o time sulista. Os outros tentos foram anotados por Caio (duas vezes) e pelo atacante Roberto, que atualmente está lesionado.

Pelos lados do Grêmio, houve muitas mudanças e a tendência é que elas continuem. Os laterais seguem sendo Paulo César e Diego e os volantes Marcelo Oliveira e João Vítor. Neste tempo, porém, chegaram os meias Adriano Pimenta e Eduardo Ramos e o atacante Gilmar, que sequer estreou.

Duas baixas consideráveis foram o goleiro Márcio e o atacante Wanderley, que sofreram lesões graves. O primeiro nem deve atuar mais por este Brasileirão. O zagueiro Paulão e o meia Flavinho, por outro lado, já deixaram o clube. O primeiro está no Grêmio, enquanto o segundo defende o Neftchi FC, do Azerbaijão.

As campanhas dos dois times, entretanto, não foi um espelho da goleada. O Grêmio Prudente está mal na classificação e briga contra o rebaixamento. É o atual penúltimo colocado, com 16 pontos. Enquanto isso, o Avaí, que parecia que faria um bom campeonato, é o 13º colocado, com 23 pontos.