Atlético-GO 2 x 1 Fluminense - Dragão derruba líder com gol aos 46!

Essa foi a primeira vez que o Atlético-GO venceu o Fluminense. Os dois times se enfrentaram em apenas quatro oportunidades por jogos de Campeonato Brasileiro

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 11 (AFI) – O Atlético-GO conseguiu suportar a pressão do Fluminense e arrancou uma importante vitória diante do líder do Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, o Dragão fez 2 a 1 no Tricolor, de virada, em jogo disputado no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 21ª rodada. Os gol do time goiano foram de William e Juninho, enquanto Washington marcou para os cariocas.

Essa foi a primeira vez que o Atlético-GO venceu o Fluminense. Os dois times se enfrentaram em apenas quatro oportunidades por jogos de Campeonato Brasileiro. São duas vitórias para os cariocas e um empate. Um dos triunfos aconteceu no primeiro turno, quando a equipe da Cidade Maravilhosa venceu por 1 a 0, jogando no Maracanã.

Agora, o Dragão segue sua luta contra o rebaixamento e é o 17.º colocado, com 20 pontos. O Fluminense ainda segue líder, com 41 pontos, mantendo os três pontos de vantagem em relação ao Corinthians, que foi derrotado pelo Grêmio, por 1 a 0, no Pacaembu.

Domínio Tricolor!
O primeiro tempo foi marcado pelo amplo domíni do Fluminense. O Flu criou a primeira chance. Aos seis minutos, Deco lançou Junior Cesar, que fez o passe para Washington. Ele tenta passar pelo goleiro, que defende. Aos 14, Mariano cruzou e Conca conseguiu o desvio, mas Márcio salvou o Dragão.

O time carioca estava melhor e conseguiu o gol aos 22. Deco deu um lançamento perfito e encontrou Conca dentro da área. O meia dominou já tirando Márcio da jogada. Assim, a bola sobrou para Washington, que teve o trabalho de só completar: 1 a 0. O Tricolor continuou pressionando. Aos 25, Washington recebe lançamento de Conca, invadiu a área e chutou rasteiro. A bola saiu à esquerda de Márcio.

Em sua única oportunidade, o Dragão chegou ao gol de empate. Aos 29, William recebeu passe de Róbston, invadiu a área e chutou no canto esquerdo do goleiro Fernando Henrique, que nem pulou na bola para tentar evitar a igualdade: 1 a 1.

O Flu ainda acertou por duas vezes a trave do gol de Márcio. Aos 35, Washington cobrou falta e a bola explodiu no travessão de Márcio. Aos 38, Gum recebeu de Deco, dominou e bateu forte no canto direito e a bola acertou a trave do Dragão.

Pressão não é tudo!

O segundo tempo permaneceu com o Fluminense melhor e criou inúmeras chances de gol. Aos seis minutos, Carlinhos cruzou da esquerda e Washington mandou de primeira, mas por cima do travessão. Aos 16, Washington passou pela marcação e chutou sem ângulo no canto direito, mas Márcio conseguiu espalmar a bola para escanteio.

Mandando no jogo, o time carioca chegou novamente aos 23. Belletti chutou rasteiro de fora da área, Márcio defendeu no canto direito. O goleiro do Dragão se destacou ainda em outros lances do jogo, quando parou as chegadas do Flu, principalmente em cruzamentos para dentro da área.

No final do jogo, o Atlético-GO repetiu o que havia feito no primeiro tempo, quando chegou ao ataque somente uma vez e marcou o gol. Aos 46, Juninho aproveitou passe de Diogo Galvão e tocou no canto esquerdo de Fernando Henrique: 2 a 1.

Próximos Jogos!
Pela 22ª rodada, o Atlético-GO volta a campo na quarta-feira, quando encara o Santos, às 19h30, na Vila Belmiro. Já o Fluminense recebe o Corinthians, no mesmo dia, às 22 horas, no Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA

Atlético-GO 2 x 1 Fluminense

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia-GO
Renda: R$ 240.540,00.
Público: 10.475 pagantes.
Árbitro: Wallace Nascimento Valente-ES
Auxiliares: José Ricardo Maciel Linhares-ES e Thiago Gomes Brigido-CE
Cartões amarelos: Juninho (Atlético-GO)
Cartão vermelho: Gilson (Atlético-GO)
Gols: William 29'/1T (Atlético-GO); Washington 22'/1T (Fluminense)

Atlético-GO
Márcio; Dida, Daniel Marques, Gilson e Thiago Feltri; Agenor, Ramalho, William (Juninho) e Róbston; Elias (Anaílson) e Josiel (Diogo Galvão).
Técnico: Renê Simões.

Fluminense
Fernando Henrique; Gum, André Luís (Marquinho) e Leandro Euzébio; Mariano, Valencia, Julio Cesar (Belletti), Deco, Conca e Carlinhos; Washington.
Técnico: Muricy Ramalho.