Aí tem! Macarrão revela tatuagem onde faz juras de amor ao goleiro Bruno

Amigo e funcionário do jogador, Macarrão está preso em Minas Gerais, assim como o goleiro

por Agência Futebol Interior

Minas Gerais, MG, 10 (AFI) - Pelo visto, Bruno e Macarrão tem uma amizade das mais fortes. Os dois, acusados de envolvimento na morte da estudante Eliza Samudio, estão presos em Minas Gerais, e tiveram que tirar a camisa para fazer uma foto de registro no sistema penitenciário do Estado. Os dois mostravam tatuagens nas costas. Enquanto que Bruno mostrava um grande dragão, Macarrão tinha o nome de seu colega tatuado, em dizeres que remetiam a "amor".

Em sua homenagem ao goleiro, a "tattoo" dizia: "Bruno e Maka. A amizade nem mesmo a força do tempo irá destruir, amor verdadeiro". A frase da tatuagem é inspirada no refrão da música "A Amizade", do Grupo Fundo de Quintal.

De acordo com a polícia mineira, a tatuagem teria sido feita no ano passado, quando os dois começaram a ser investigados por agressões a Eliza. Em outubro de 2009, a estudante, desaparecida desde junho deste ano e dada como morta pela polícia, denunciou Bruno, afirmando que teria sido agredida pelo jogador e também por Macarrão.

Os dois também teriam obrigado a garota a ingerir abortivos sob a mira de uma pistola. A amizade, ao menos, tem sido duradoura, e os dois tem se mostrado inseparáveis até mesmo na cadeia.