Atlético-MG x Cruzeiro – Torcida única quer fazer a festa no clássico

Apenas a torcida do Galo poderá comparecer na Arena do Jacaré

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 31 (AFI) – O clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro neste domingo, às 18h30, na Arena do Jacaré, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro será diferenciado. Como o estádio não comporta as duas torcidas, apenas os alvinegros terão acesso aos ingressos e poderão apoiar seu time no confronto dos opostos.

A expectativa é que os torcedores do Galo fazem a diferença no clássico e vão fazer uma grande pressão no time cruzeirense, que não contará com o apoio de seus torcedores. A expectativa é que aproximadamente 15 mil atleticanos lotem as arquibancadas da Arena do Jacaré.

Apesar do bom time montando, o Atlético-MG ainda não engrenou no Brasileirão e figura na zona de rebaixamento, com apenas dez pontos. Na última rodada, acabou empatando sem gols com o Avaí. Diferente do rival, a Raposa se encontra muito próximo ao G4, com 16 pontos e vem de um empate com o Grêmio por 2 a 2 em casa.

Equilíbrio!
Os confrontos entre Atlético-MG e Cruzeiro sempre foram marcados por muito equilíbrio dentro de campo e os números mostram ao isso. Ao todo, os dois se enfrentaram 61 vezes, com 22 vitórias da Raposa, 20 empates e 19 vitórias do Galo. No Brasileirão a disputa é ainda mais acirrada. Em 45 jogos, o time alvinegro deixou o campo 16 vezes vitorioso, enquanto acumulou 15 empates e perdeu as outras 14.

Galo precisa da reabilitação
Sem saber o que é vitória há três rodadas, com duas derrotas e um empate, o Atlético-MG promete ir para cima do Cruzeiro e não dar tanta importância para o clássico. Segundo o meia Ricardinho, a história dos dois times que ser levada em consideração, mas será mais um jogo válido pelo Brasileirão e tem que ser encarado com a mesma responsabilidade que os demais.

“Um clássico não é um jogo normal. É, como todos, de muita responsabilidade. Como profissional, tenho que levar em consideração a história e a rivalidade que existe, mas temos que entender que é mais uma rodada do Campeonato Brasileiro”, afirmou Ricardinho.

Para esse confronto, o técnico Vanderlei Luxemburgo não poderá contar com dois jogadores. Os atacantes Neto Berola e Daniel Carvalho foram expulsos contra o Avaí e cumprem suspensão automática. A novidade no ataque será a entrada de Obina, recuperado de contusão sofrida no início do semestre, ao lado do artilheiro Diego Tardelli.

Estreia e três zagueiros na Raposa
O Cruzeiro vai fazer uma mudança em seu esquema tático e atuar com três zagueiros. Recém-contratado e com seu nome divulgado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o zagueiro Edcarlos será escalado como titular e espera ajudar o time a conquistar mais uma vitória e entrar de vez na briga por uma vaga no G4.

"O atleta tem que estar sempre preparado, trabalhando, se preparando para cada partida. A partir do momento que eu assinei contrato aqui, já passei a estar voltado para o próximo jogo, independentemente de jogar ou não, você tem que estar preparado. É assim que eu estou, desde o primeiro treino estou preparado, se houver oportunidade, estou pronto e preparado", afirmou o zagueiro.

Visando o clássico, o técnico Cuca tem importantes desfalques, principalmente no meio-campo. Os experientes Gilberto e Roger seguem em tratamento no Departamento Médico e não foram relacionados. Já o jovem Henrique, destaque no último confronto com dois gols, cumpre suspensão automática e também está de fora.

Ficha Técnica

Atlético-MG x Cruzeiro

Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG
Data: 01/08/2010
Horário: 18h30
Árbitro: Wilson Luiz Seneme-SP(Fifa)
Assistentes: Roberto Braatz-PR(Fifa)
Altemir Hausmann-RS(Fifa)

Atlético-MG
Fábio Costa; Diego Macedo, Cáceres, Jairo Campos e Leandro; Zé Luís, Serginho, Fernandinho e Diego Souza; Diego Tardelli e Obina.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Cruzeiro
Fábio; Gil, Edcarlos e Fabinho; Jonathan, Fabrício, Marquinhos Paraná, Everton e Diego Renan; Thiago Ribeiro e Wellington Paulista.
Técnico: Cuca