Após críticas de Lopes, Luxa insinua que jogador é "vagabundo"

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 08 (AFI) - Após a vitória de 1 a 0 do Ceará sobre o Atlético-MG, o meia-atacante Lopes, da equipe nordestina, afirmou que faltava planejamento ao Galo, ressaltando que diretoria e comissão técnica do clube agiram com amadorismo ao dispensar alguns jogadores que "davam o sangue" pelo time. Irritado ao saber do fato, o técnico do time mineiro, Vanderlei Luxemburgo, não deixou por menos e detonou o jogador.

Veja também:
Val Baiano pode acertar sua volta para clube brasileiro

"Preciso falar do Lopes? Não preciso né? Vocês sabem quem é o Lopes. Já fui técnico dele inclusive. O Lopes querer falar de profissionalismo? Nem aqui ele está, está de fora, não pode falar nada", disparou o treinador.

"Aliás, como o Lopes vai falar de profissionalismo e responsabilidade, se ele nunca foi profissional e responsável? Me desculpem, mas tem muitos mais jogadores no futebol brasileiro com mais capacidade de falar sobre seriedade e responsabilidade do que ele, com todo o respeito", concluiu.

Luxemburgo se refere à passagem de Lopes pelo Palmeiras, quando o jogador foi acusado de utilizar substâncias proibidas em 2001. Na época, a torcida do Verdão chamou o atacante de "cachaceiro" e "cheirador".

Siga o Futebol Interior também no Twitter!