Flamengo 1 x 2 Goiás - Gols relâmpago definem a virada!

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 05 (AFI) - Em um jogo onde aparentava ser o vencedor, o Flamengo apagou nos minutos finais e sofreu uma virada impressionante do Goiás, perdendo por 2 a 1 em pleno Maracanã em duelo realizado na noite deste sábado, no Maracanã, e válido pela sétima rodada do Brasileirão, a última antes da pausa para a Copa do Mundo.

Veja também:
Lateral se despede da Série B para ser apresentado pelo Santos

Com a derrota, o Flamengo ficou no sexto lugar, com nove pontos ganhos, mas deve cair algumas posições após os duelos de domingo. O Goiás, por sua vez, segue sua reação impressionante na competição, chegando aos 10 pontos e assumindo o quarto lugar de maneira provisória.

Horroroso!
Sem seus dois melhores jogadores de ataque, Petkovic e Vágner Love o Flamengo tomou a iniciativa da partida, mas logo viu que teria dificuldades para penetrar a bem postada zaga do Goiás, que veio montado para jogar nos contra-ataques. O duelo, porém, foi de péssima qualidade no Maracanã.

Na grande chance de gol do Flamengo, Léo Moura lançou Juan, na área. O goleiro Rodrigo Callaça saiu espalhafatosamente do gol e o lateral-esquerdo rolou para Bruno Mezenga, que dentro da área e sem goleiro, chutou forte. A zaga do time esmeraldino, porém, fez o corte, de maneira providencial, aos 26 minutos.

Aos 37, o Goiás teve uma boa chance de abrir o placar após falha no recuo de bola da zaga do Flamengo. O jogador saiu na cara do gol, mas adiantou muito a bola e Bruno fez a defesa. Antes do final do sonolento primeiro tempo, o Rubro-Negro ainda pediu pênalti em David, não marcado pela arbitragem, e na primeira etapa foi só.

É gol!
Em cinco minutos, o Flamengo fez no segundo tempo tudo que não tinha feito no segundo, e abriu o placar após bela trama de ataque. No lance, Léo Moura fez boa jogada pela direita e rolou para Vinícius Pacheco. O meia deixou com Toró, que chegou batendo forte no canto direito de Rodrigo Callaça, fazendo seu primeiro tento neste Brasileirão.

Aos 15, o Fla quase ampliou com Vinícius Pacheco, limpou dois defensores, invadiu a área e bateu cruzado, mas a bola passou raspando. Após a sequencia de lances, a partida ficou morna, e o Flamengo só voltou a ameaçar aos 34 minutos. No lance, Camacho partiu em contra-ataque e tocou para Diego Mauricio, que chutou para fora, com muito perigo.

Olha o vira...
A chance perdida por Diego Maurício custou caro ao Flamengo, e no período de dois minutos, o Rubro-Negro sofreu a virada. Aos 40 minutos, Hugo, que entrou no decorrer da partida, acertou linda cobrança de falta para empatar o confronto. Dois minutos depois, Douglas invadiu a área e chutou forte. Bruno fez a defesa, mas a bola sobrou com o estreante Otacílio Neto, que marcou no rebote.

Após sofrer a virada, o Flamengo se lançou ao ataque, mas com a equipe muito modificada em razão das substituições, nada conseguiu criar e acabou conhecendo sua primeira derrota no Maracanã neste Brasileirão. O Goiás, por outro lado, segue em franca ascensão.

Próximos jogos
Os dois times só voltarão a campo no dia 14 de julho, após a pausa para a Copa, pela oitava rodada do Brasileirão. O Flamengo fará clássico carioca contra o Botafogo, às 21 horas com local à definir, enquanto que o Goiás recebe o Vasco da Gama, às 21h50, no Serra Dourada.

Ficha Técnica

Flamengo 1 x 2 Goiás

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ.
Renda: R$ 323.975,00.Público: 11.855 pagantes.

Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho-CE
Cartões Amarelos: Welinton, Toró, Fernando e Camacho (Flamengo); Rafael Tolói e Wellington Monteiro (Goiás)
Gols: Toró aos 5'/2T (Flamengo); Hugo aos 40'/2T e Otacílio Neto aos 42'/2T (Goiás)

Flamengo
Bruno; Welinton, David e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Maldonado (Camacho), Toró (Fernando), Michael e Juan; Vinícius Pacheco (Diego Maurício) e Bruno Mezenga.
Técnico: Rogério Lourenço

Goiás
Rodrigo Calaça; Douglas, Ernando, Rafael Tolói e Wellington Saci; Amaral, Jonilson, Romerito (Otacílio Neto), Wellington Monteiro (Rafael Moura) e Bernardo (Hugo); Éverton Santos.
Técnico: Emerson Leão