Atlético-MG 0 x 1 Ceará - A pipa do Vovô sobe ainda mais!

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 06 (AFI) - A crise já assombra o Atlético-MG. Em sua despedida do Mineirão, que será fechado para reformas, o Galo recebeu o Ceará e perdeu por 1 a 0 na tarde deste domingo, em jogo válido pela sétima rodada do Brasileirão, entrando na zona de rebaixamento enquanto que o rival empata com o Corinthians em número de pontos no topo da tabela.

Veja também:
Aposentado, atacante recebe homenagem antes de jogo do Galo

Com o resultado, o Atlético-MG fica em 18º, com seis pontos ganhos. O Ceará, que completou 492 minutos sem sofrer gols e manteve a sua invenbilidade, chegou aos 17 pontos, mesma soma do Corinthians, que empatou por 2 a 2 com o Botafogo e leva vantagem no saldo de gols.

A muralha...
Em sua despedida do Mineirão e vindo de três derrotas consecutivas, o Atlético-MG foi logo para cima do Ceará, mas se deparou com a melhor defesa do campeonato e pouco conseguiu criar no primeiro tempo.

Em diversas oportunidades, o ataque do Galo chegou em boas condições de marcar, mas errava no último passe e a zaga do Vozão continuava firme e forte nos cortes e tentava ameaçar nos contra-ataques. Aos 22, o time inclusive colocou as mangas de fora e quase vazou o goleiro Aranha em um chute firme de Oziel. Com dificuldades, o guarda-metas fez a defesa dando rebote, e o próprio Oziel desperdiçou a chance de fazer o gol ao ser desarmado.

Na melhor chance de gol do Galo, Coelho recebeu passe de Diego Macedo dentro da área e arriscou o chute para uma grande defesa do goleiro Diego, do Ceará. Aos 44, Ricardinho bateu falta da direita, Werley desviou, e Diego estava lá para defender novamente, mas no primeiro tempo foi só. O Atlético-MG deixou o gramado sob vaias.

Vozão traiçoeiro!
Esperando o Galo em seu campo de jogo, o Ceará utilizou-se de uma prática comum neste Brasileirão: atacar no momento certo e de maneira derradeira através do avante Misael. Aos dez minutos, o rápido atacante recebeu na esquerda, gingou para cima da zaga e passou entre Werley e Jairo Campos, cruzando para Washington, que livre, apenas desviou para as redes, calando o Mineirão.

Após sofrer o gol, o Galo se lançou à frente em busca do empate. Aos 12 minutos, Coelho acertou bela cobrança de falta, defendida de maneira espetacular por Diego. Quatro minutos depois, Diego Macedo chegou bem à linha de fundo e cruzou rasteiro para a área. A bola passou por todo o ataque atleticano e ninguem conseguiu desviar para o gol.

Aos 26 minutos, Wendel, que entrou no decorrer da partida, fez bela jogada individual, limpou dois jogadores e chutou de bico para outra defesa de Diego. Com 34 minutos de jogo, o Ceará quase ampliou quando o lateral Ernandes arriscou chute colocado e a bola tirou tinta da trave de Aranha, que fez golpe de vista no lance. O Galo ainda tentou novamente com Diego Macedo, aos 39, em forte chute de fora da área, mas Diego, novamente, fez a defesa.

Errando muitos passes e sem conseguir furar a retranca dos cearenses, o Atlético acabou conhecendo sua quarta derrota seguida no Brasileirão, e saiu de campo muito vaiado em sua despedida do Mineirão. A Copa do Mundo promete ser conturbada e de muito trabalho no Galo. Enquanto isso, o surpreendente Ceará só sobe, sobe, sobe...

Fogos para o Ceará?
Para completar a festa do Vozão, vários fogos foram soltados pela administração do Mineirão após a partida, em homenagem à despedida do local. A vitória do Atlético-MG, esperada para acompanhar o foguetório, não veio.

Próximos jogos
Os dois times só voltarão a campo em julho, pela oitava rodada do Brasileirão. O Ceará recebe o Corinthians às 21h50, no Castelão, no dia 14, em duelo que vale a liderança do campeonato. O Atlético-MG joga em casa novamente, às 21 horas, contra o Atlético-GO, um dia depois.

Ficha Técnica

Atlético-MG 0 x 1 Ceará

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-BH
Árbitro: Célio Amorim-SC
Público: 26.659 pagantes.
Renda: R$ 527.850,00.
Cartões Amarelos: Werley, Rafael Jataí e Ricardo Bueno (Atlético-MG); Oziel, Anderson, Michel e Diego (Ceará)
Cartão vermelho: Rafael Jataí (Atlético-MG)
Gol: Washington aos 10'/2T (Ceará)

Atlético-MG
Aranha; Jairo Campos, Werley e Lima (Wendel); Coelho, Rafael Jataí, Ricardinho (Neto Berola), Diego Macedo e Leandro (Ricardo Bueno); Muriqui e Diego Tardelli.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Ceará
Diego; Oziel, Fabrício, Anderson e Ernandes; Michel, Careca, João Marcos e Geraldo (Erick Flores); Misael (Tony) e Washington (Lopes)
Técnico: Paulo Cesar Gusmão