Santos x Guarani - De volta ao palco da tragédia!

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 25 (AFI) - Após exatos 42 dias, o Guarani volta ao palco onde viveu o pior vexame da temporada atual. Quando entrar em campo nesta quarta-feira, às 21h50, no Estádio Urbano Caldeira, na Vila Belmiro,em Santos, o clube campineiro vai deparar com o time que motivou todo seu processo de reformulação para o Campeonato Brasileiro, o Santos. As duas equipes enfrentam-se pela quarta rodada.No último dia 14 de abril, o Bugre levou uma das maiores goleadas de sua história:

8 a 1, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil. O resultado fez a diretoria bugrina iniciar uma faxina no elenco. Mesmo com a vitória, no duelo de volta, por 3 a 2, quando o Peixe utilizou vários reservas.

Mudanças esperadas
Hoje, com Vágner Mancini no comando e uma equipe renovada ninguém cogita que aquela atuação se repita. O objetivo, agora, é surpreender e manter a invencibilidade. O clube de Campinas ocupa a décima posição, com cinco pontos, sendo uma vitória e dois empates. No último ficou no 2 a 2 contra o Cruzeiro, domingo passado, em casa.

Do outro lado, porém, estará um time motivado. Com a paralisação na Copa do Brasil até o fim da Copa do Mundo, o Peixe voltou suas atenções ao Brasileirão e espera "acumular gordura" para o segundo semestre. O time alvinegro vem de vitória sobre o Atlético-GO, por 2 a 1 e ocupa a nona posição, também com cinco pontos.O atacante Madson, que também estava com o grupo de jogadores e foi outro afastado do duelo em Goiânia, acabou não sendo relacionado para a partida com o Guarani. Ele deve ser negociado com o Atlético-PR.



Eles voltaram!
O técnico Dorival Júnior confirmou os retornos do atacantes Neymar e André e também do meia Paulo Henrique Ganso, todos descartados da partida contra o Atlético-GO, por indisciplina. Os três jogadores chegaram atrasados à concentração do clube, depois de participarem de uma balada na semana passada, e acabaram punidos com a suspensão. Eles teriam se apresentado às três horas da madrugada.

"Nosso objetivo é chegar até a parada do campeonato, por causa da Copa do Mundo, entre os quatro primeiros. Para isso, é fundamental vencer todos os jogos em casa, a começar pela partida de amanhã (quarta-feira) contra o Guarani”, destacou Léo.

Além de Neymar, André e Ganso, outra novidade no time santista será o retorno do lateral-esquerdo Léo, que estava lesionado e será titular. Já os desfalques confirmados dsão o atacante Robinho, que serve a Seleção Brasileira, e o volante Roberto Brum, em recuperação de uma lesão na coxa direita.

Base mantida
evitado revelar quais serão os 11 titulares. Mancini, contudo, não deve fazer Para dificultar, ao menos um pouco, a vida do Santos, o técnico Vágner Mancini tem modificações em relação ao time que empatou com o Cruzeiro. A única novidade deve ser o retorno do volante Baiano na vaga do lateral Moreno, que

vinha atuando improvisado na meia. Bahia ficou 10 dias fora dos treinamentos porque se recuperava de uma dengue. Mas já atuou bem no segundo tempo diante do Cruzeiro.uma formação mais cautelosa na Vila Belmiro.



"O Baiano já jogou no Santos, conhece bem a Vila Belmiro e tem ainda uma boa bola parada (falta)", lembra Mancini, dando a dica de que Baiano deve ser o titular, como já aconteceu nos últimos treinamentos coletivos.

A alteração evidencia que o Guarani deve entrar com “Tenho certeza que vamos a Santos e faremos um bom jogo. Mas dá para ficar com medo, não dá para ficar lá atrás. Temos que jogar futebol também”, afirmou o treinador.

Rádio FI com Rádio Brasil
A Rádio Futebol Interior (Rádio FI) vai acompanhar este jogo em cadeia com a Rádio Brasil Jovem Pan, de Campinas, que tme o comando do experiente Claudinei Corsi.

Ficha Técnica

Santo x Guarani

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).Santos
Felipe; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Wesley, Marquinhos (Zé Eduardo) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e André.
Técnico: Dorival Júnior


Data: 26/05/2010 (quarta-feira)
Horário: 21h50
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP)

Guarani
Preto; Mazolla e Roger.
Técnico: Vágner Mancini.Douglas; Rodrigo Heffner, Fabão, Ailson e Márcio Careca; Renan, Baiano, Paulo Roberto e