Atlético-MG 2 x 1 Vasco - Galo estreia com o pé direito

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 09 (AFI) – A estreia veio como todos queriam. O Atlético-MG derrotou o Vasco, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no estádio Mineirão, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro e conseguiu confirmar o favoritismo esperado por todos para a equipe na competição.

Leia mais:
Artilheiro da Série B afirma: “Voltei a ser feliz no Náutico"

A vitória deixou o Galo na primeira posição empatado com o rival Cruzeiro, no critério de gols marcados. Por outro lado, o Vasco é o lanterna da competição sem nenhum ponto, com maior número de gols sofridos.

Começo de campeão
Jogando diante sua torcida, o Atlético-MG queria apagar à má atuação da eliminação da Copa do Brasil, na última quarta-feira para o Santos, e por isto, começou a partida indo para cima do Vasco.

Por outro lado, a equipe carioca dava espaço para o Galo criar as jogadas e apostava em contra ataques para tentar marcar. Ainda, Gaúcho, treinador do Vasco, acreditava no talento de Philippe Coutinho para tentar surpreender o time da casa. Aos quatros minutos, o jovem jogador mostrou todo seu talento ao dar dois dribles desconcertantes em Jairo Campos.

A bicada do Galo
Melhor em campo e com liberdade para atacar, o Atlético-MG não demorou para abrir o marcador. Aos nove minutos, Diego Tardelli recebeu cruzamento de Fabiano, o atacante cruzou rasteiro para o meio da área, onde estava Ricardinho, que teve que finalizar duas vezes para marcar o primeiro gol do Galo no Campeonato Brasileiro.

Perdido na marcação, o Vasco não conseguia equilibrar a partida e o Atlético-MG continuava dominando a partida e o segundo gol estava amadurecendo. Novamente, com Ricardinho, em chute de fora da área o Galo quase ampliou.

Logo depois de quase marcar, o Galo ampliou o marcador. Aos 18 minutos, depois de um chutão vindo da defesa, o meia Fabiano desviou de cabeça para Diego Tardelli, driblou o goleiro e chutou cruzado, a bola ia entrando, mas Muriqui, em cima da linha desviou para o fundo das redes.

Um minuto após o gol, quase o Atlético-MG define a partida. Muriqui fez boa tabelinha com Leandro pelo lado esquerdo, o lateral chutou firme e cruzado para defesa de Fernando Prass em dois tempos.

A primeira
Só aos 26 minutos, veio a primeira chance de gol do Vasco. Ramon cobrou falta na área para Souza desviar de cabeça, Aranha espalmou, mas a bola acabou ficando viva dentro da pequena área, quando Élton ia marcar, Jairo Campos conseguiu tirar para escanteio.

No final do primeiro tempo, o Galo diminuiu o ritmo da partida e o Vasco tentou pressionar para diminuir o marcador, mas chegava apenas por meio de chuveirinho na área, que a defesa do Atlético-MG cortava bem.

Segundo tempo
O Vasco voltou para a segunda etapa com uma postura diferente e logo aos dez minutos, conseguiu diminuir o placar. Philippe Coutinho cobrou escanteio, Aranha fez grande defesa em cabeçada de Dede, mas a bola acabou indo para o meio da área, onde estava Elton, que mesmo caído conseguiu marcar.

Melhor na saída de bola, o Vasco conseguiu equilibrar a partida e diminuir o volume de jogo do Galo, que passou a atacar apostando na velocidade de Diego Tardelli e Muriqui, que pouco inspirados não conseguiam definir a partida.

No final da partida, o Vasco tentava pressionar para conseguir o empate, mas a defesa do Galo conseguia afastar o perigo. Ainda, Evandro, que entrou no lugar de Coelho, quase ampliou o marcador após boa jogada de Muriqui.

Próximos jogos
O Atlético-MG volta a campo no próximo sábado, às 18h30, contra o Grêmio Prudente, fora de casa. Já o Vasco, entra em campo no domingo, no mesmo horário, contra o Palmeiras.

Atlético-MG 2 x 1 Vasco

Ficha técnica

Local: Estádio Mineirao, em Belo Horizonte-MG
Público: 12.790 pagantes
Renda: R$ 233.842,50
Àrbitro: Elmo Alves Resende Cunha
Cartões amarelos: Fabiano, Leandro, Carlos Alberto e Ricardinho (Atlético-MG); Paulinho (Vasco)
Gols: Ricardinho, aos 9’/1T e Muriqui, aos 18’/1T (Atlético-MG)

Atlético-MG
Aranha; Coelho (Evandro), Jairo Campos, Werley e Leandro; Zé Luis, Fabiano (Carlos Alberto), Correa e Ricardinho (Junior); Muriqui e Diego Tardelli
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Vasco
Fernando Prass; Paulinho, Thiago Martinelli, Dedé e Ramon; Nilton, Souza (Léo Gago), Magno e Philippe Coutinho; Dodô (Caique) e Élton
Técnico: Gaúcho