Barueri 0 x 1 Cruzeiro - Raposa vence com um gol impedido

por Agência Futebol Interior

Barueri, SP, 26 (AFI) - Num jogo truncado e com excessivos erros de passe, um gol do experiente meia Gilberto deu a vitória ao Cruzeiro sobre o Barueri, por 1 a 0, neste sábado, na Arena Barueri, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado mantém as duas equipes no meio da tabela e separadas por apenas um ponto.

Veja também:
Brasileirão: Palmeiras vence outra e abre seis pontos de vantagem


O árbitro validou o gol de Gilberto, que estava impedido, depois não assinalou uma penalidade máxima, quando Fernandinho fez bela jogada individual, passou por cinco adversários e chutou. A bola ia para o gol, mas parou no braço do zagueiro Gil, que estava caído.

Curiosamente, o Cruzeiro se considerou prejudicado, quarta-feira, na derrota para o Palmeiras, por 2 a 1, no Mineirão.

”Aconteceu o que nós temíamos. Descontaram em cima da gente”, comentou o técnico Diego Cerri.
O Cruzeiro, reabilitado, chegou aos 35 pontos e se mantém na 13ª colocação, abrindo quatro pontos de vantagem para o 14º, o Atlético-PR. O Barueri, por sua vez, sde manteve com 36 pontos e ocupa a 11ª posição, mas pode ser superado pelo sanbtos neste domingo, caso o time praiano ao menos empate com o Atlético-MG. Na rodada passada, o Barueri tinha sido goleado pelo Avaí, por 4 a 0.

Erros de passes dos dois lados
Mesmo jogando fora de casa, quem tomou a iniciativa assim que a bola rolou foi o Cruzeiro, enquanto o Barueri recuou para tentar surpreender o time mineiro no contra-ataque rápido. Mas os dois times erravam muitos passes e a primeira chance real de gols surgiu somente aos 23 minutos. Jonathan pegou a sobra e bateu de primeira, à esquerda do gol, Renê.

Com maior posse de bola, a Raposa por pouco não tirou o zero do placar aos 25 minutos. Após furada do zagueiro Xandão, Thiago Ribeiro puxou o contra-ataque e ficou cara-a-cara com o goleiro do Barueri e chutou cruzado, mas Renê se esticou todo e fez a defesa. No final da etapa inicial, o time celeste cresceu no jogo e os donos da casa eram facilmente envolvidos.

Aos 42 minutos, o prata-da-casa cruzeirense Diego Renan quase fez o primeiro da Raposa. Depois de tabelar com Thiago Ribeiro, o lateral entrou livre na grande área e bateu forte, à direita do gol de Renê, levando muito perigo. Os sucessivos erros de passes de ambas as equipes foram a tônica da etapa inicial.

Veterano resolve!
O Cruzeiro voltou do intervalo mais ofensivo em busca da vitória, mas o Barueri também adiantou o time e o jogo ficou aberto, embora os erros de passes continuavam atrapalhando as duas equipes. Após um início corrido, a partida ficou truncada no meio-campo e com poucos lances de emoção.

De volta ao Barueri, o atacante Fernandinho fez grande jogada, invadiu a grande área e tentou finalizar para o gol, mas Leonardo Silva fez o corte mandando a bola pela linha de fundo. No minuto seguinte, os donos da casa tiveram uma falta perigosa, frontal ao gol de Fábio, mas Bruno Ribeiro fez a cobrança e mandou na barreira.

Gol impedido
Quando o Barueri era melhor no jogo, o Cruzeiro tirou o zero do placar aos 27 minutos. Após cruzamento rasteiro pela direita, Xandão furou e a bola sobrou para o experiente Gilberto, que só empurrou para o fundo das redes, em posição de impedimento.

No fim, o time paulista partiu para cima e criou vários chances para marcar. Aos 42 minutos, Fernandinho driblou quatro marcadores e chegou na cara do gol. Leonardo Silva fez o corte, mas os jogadores do Barueri, com razão, reclamaram de um toque de mão do jogador. Mas o árbitro só marcou escanteio.

Na sequência, Basílio foi derrubado quase em cima da linha da área e o juiz também não marcou nada. Irritado, Fernandinho aplaudiu ironicamente o árbitro e foi expulso, depois de receber o cartão amarelo.

Próximos jogos
Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 27ª rodada do Brasileirão. O Cruzeiro enfrenta o Avaí, às 18h30, em Florianópolis, enquanto o Barueri joga contra o Atlético-MG, no mesmo horário, em Belo Horizonte.

Ficha Técnica

Barueri 0 x 1 Cruzeiro

Local: Estádio Arena Barueri, em Barueri-SP
Público: 3.365 pagantes
Renda: R$ 41.510,00
Árbitro: Djalma José Beltrami Teixeira-RJ
Cartões amarelos: Thiago Humberto, Márcio Careca, Eder (Barueri); Elicarlos (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Fernandinho (Barueri)
Gols: Gilberto, aos 27'/2T (Cruzeiro)

Barueri
René; Bruno Ribeiro (Otacílio Neto), Xandão, Leandro Castan e Márcio Careca; Ralf, Eder, João Vitor e Thiago Humberto; Flavinho (Fernandinho) e Val Baiano (Basílio).
Técnico: Diego Cerri.

Cruzeiro
Fábio; Jonathan (Thiago Heleno), Gil, Leonardo Silva e Diego Renan; Fabrício, Elicarlos, Marquinhos Paraná (Fabinho) e Gilberto; Thiago Ribeiro (Guerrón) e Kléber.
Técnico: Adilson Batista.