Internacional 4 x 0 Goiás - Goleada para se firmar na briga

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 30 (AFI) - Numa noite inspirada, o Internacional bateu o Goiás, por 4 a 0, neste domingo, no Beira-Rio, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, mostrando aos rivais que segue firma na disputa pelo título. O ponto negativo da partida foi o atacante Fernandão, expulso aos 13 minutos por desferir uma cotovelada em Magrão.

Veja também:
Rodada manteve líder e lanterna isolados

Marquinhos e Guiñazu marcaram para o Colorado no primeiro tempo e Giuliano e Kléber fecharam a conta na etapa final. A vitória leva o time gaúcho aos 37 pontos, na terceira colocação, quatro pontos atrás do líder Palmeiras. O Goiás, por sua vez, segue na vice-liderança, com 38 pontos.

Não poderia ser melhor!
O jogo começou na melhor maneira possível para o Internacional. Logo aos cinco minutos, o meia Giuliano rolou a bola para Marquinhos na entrada da área. O atacante passou por Ernando e tocou por cima do goleiro Harlei, abrindo o placar no Beira-Rio. O clube quase ampliou aos 12, quando Giuliano recebeu passe na entrada da área e arriscou o chute no canto direito, que passou perto da trave de Harlei.

Para melhorar ainda mais, aos 13 minutos o Goiás ficou com um jogador a menos. Fernandão -logo ele- deu uma cotovelada em Magrão e recebeu o cartão vermelho. A torcida do Inter, que vaiava a cada vez que o atacante pegava na bola, vibrou com a aplicação do cartão. O Colorado seguia pressionando e o Goiás no seu esquema habitual, de atuar nos contra-ataques em velocidade.

Melhor no jogo, o time gaúcho fez o segundo aos 15 minutos. Marquinhos rolou para Guiñazu na entrada da área, o volante arriscou e a bola entrou no cantinho de Harlei. O segundo gol abalou o esmeraldino, que não conseguia levar perigo ao gol de Lauro. Aos 22, o Colorado quase fez mais um. Fabiano Eller cruzou da esquerda, Danilo Silva recebeu sozinho na pequena área e chutou por cima do gol.

Depois dos 30 minutos, o Inter passou a tocar a bola tentando penetrar na defesa do Goiás, que estava bem postada. Aos 32, Giuliano recebeu na grande área, driblou o marcador e bateu no canto de Harlei, rente à trave. Pouco depois, o goleiro do time goiano fez outra grande defesa. Kléber bateu de fora da área e o goleiro do Goiás espalmou. O primeiro tempo terminou com o Inter pressionando o time visitante.

Só dá Colorado!
Na volta do intervalo, o panorama do jogo seguiu o mesmo, com o Inter atacando e o Goiás se defendendo. Assim, o Colorado não demorou para fazer o terceiro. Marquinhos foi lançado, invadiu a grande área e bateu na saída de Harlei. A bola sobrou para Edu na pequena área, que cruzou para Giuliano testar para o fundo das redes.

O Inter fazia uma grande partida e não diminuía o ritmo, mesmo com a boa vantagem no placar, e aos 10 minutos quase fez mais um. Kléber recebeu passe na grande área e bateu forte, no travessão. O time gaúcho seguia pressionando e Harlei salvando o Goiás de uma goleada histórica. Aos 22 minutos, o goleiro fez grande defesa após chute de Magrão e voltou a salvar no rebote, quando Marquinhos finalizou.

Passa a régua!
O Inter era soberano na partida e fechou a conta aos 34 minutos. O lateral Kléber recebeu na entrada da área e bateu por cobertura, no ângulo, marcando um belo gol. Depois, o Colorado ainda teve chances de aplicar uma goleada ainda mais elástica, mas o placar ficou "só" nos 4 a 0.

Ficha Técnica

Internacional 4 x 0 Goiás

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre-RS
Renda: R$ 470.020,00.Público: 30.198 pagantes.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro-MG
Cartões amarelos: Fabiano Eller, Magrão, Glaydson (Internacional)
Cartão vermelho: Fernandão (Goiás)
Gols: Marquinhos, aos 5'/1T, Guiñazu, aos 15'/1T e Giuliano, aos 6'/2T e Kléber, aos 34'/2T (Internacional)

Internacional
Lauro; Bolívar, Índio (Danny Morais), Fabiano Eller e Kléber; Danilo Silva, Magrão (Glaydson), Guiñazu e Giuliano; Marquinhos e Edu (Bolaños).
Técnico: Tite

Goiás
Harlei; Ernando, Leandro Eusébio e Valmir Lucas; Vítor, Ramalho, Léo Lima (Everton), Fernandão e Júlio César; Iarley (Fernando) e Felipe (Bruno Meneghel).
Técnico: Hélio dos Anjos