Flamengo 3 x 0 Santo André - De volta ao rumo das vitórias

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 29 (AFI) - Após três derrotas seguidas, enfim o Flamengo voltou a sentir o gostinho da vitória no Campeonato Brasileiro. Com gols de Dênis Marques, Leonardo Moura e Zé Roberto, o clube carioca bateu o Santo André, por 3 a 0, no Maracanã, pela 22ª rodada da competição, e conseguiu a reabilitação.

Veja também:
Brasileirão: Com tranquilidade, mandantes passam por seus rivais

O resultado leva o clube carioca aos 30 pontos, na décima colocação, se afastando do pelotão de baixo da tabela. O Santo André, por sua vez, segue ameaçado pelo rebaixamento, estacionando nos 24 pontos, na 16ª colocação. Se o Botafogo vencer o Grêmio, neste domingo, o Ramalhão entra na tenebrosa zona da degola.

Só dá Mengão!
Vindo de três derrotas seguidas, o Flamengo começou o jogo com tudo em busca da reabilitação e teve chance de marcar logo aos três minutos de jogo. Fierro bateu cruzado e Denis Marques chegou atrasado, perdendo a chance de finalizar. Mas quatro depois o atacante não desperdiçou. Petkovic cobrou escanteio, a zaga do Santo André afastou parcialmente e no rebote Dênis Marques mandou para o fundo das redes.

Após abrir o placar, o Rubro-negro seguiu com o domínio do jogo, buscando marcar o segundo. Aos 14 minutos, Dênis Marques arriscou de fora da grande área e Neneca fez a defesa. Acuado, o Ramalhão não conseguia finalizar contra o gol de Bruno e segurava a pressão flamenguista. Aos 24 minutos, o Maracanã teve uma queda de energia e o jogo ficou paralisado cerca de dez minutos.

Quando a luz voltou, o Santo André retornou pressionando, mas encontrava dificuldades de penetrar na bem postada defesa Rubro-negra. Aos 48 minutos, a situação do time paulista ficou ainda pior. Zé Roberto invadiu a grande área, foi derrubado pelo goleiro Neneca e o árbitro marcou pênalti. Leonardo Moura bateu no canto direito e ampliou para o Mengão.

Ramalhão é todo pressão!
O Santo André voltou do intervalo mais aceso e com as entradas de Malaquias e Marcelinho Carioca nos lugares de Cris e Ricardo Goulart, respectivamente. As mudanças parecem que surtiram efeito e o Ramalhão começou a etapa final na pressão. Aos oito minutos, Marcelinho cobrou escanteio e quase marcou olímpico, exigindo uma grande defesa de Bruno.

No minuto seguinte, o Santo André por pouco não marcou. Ávine fez bela jogada individual e bateu cruzado, à esquerda do gol flamenguista. Os donos da casa tocavam a bola tentando esfriar o jogo e diminuir o ímpeto do time paulista. Depois de 15 minutos de pressão dos visitantes, o Flamengo passou a ser mais presente no ataque.

Aos 18 minutos, Léo Moura ajeitou para Petkovic, que bateu de fora da área e exigiu uma grande defesa de Neneca, que se esticou todo para espalmar. O goleiro andreense voltou a trabalhar três minutos depois, numa bomba de fora da área de Zé Roberto, espalmando pela linha de fundo. Aos 31 foi a vez do Ramalhão assustar em cobrança de falta de Marcelinho Carioca, que passou raspando a trave esquerda de Bruno.

No fim, o Fla ainda fez mais um. Após bela jogada de Petkovic, que chutou no travessão, Zé Roberto aproveitou o rebote e só empurrou para o gol. O Flamengo finalmente voltou a somar três pontos no Campeonato Brasileiro e a massa Rubro-negra festejou nas arquibancadas do Maracanã.

Próximos jogos
Os dois times voltam a campo no próximo domingo, pela 23ª rodada do Brasileirão. O Flamengo encara o Atlético-PR, em Curitiba, em horário ainda indeterminado, enquanto o Santo André recebe o Atlético-MG, às 18h30, no ABC paulista.

Ficha Técnica

Flamengo 3 x 0 Santo André

Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro - RJ
Árbitro: Wílton Pereira Sampaio - DF
Cartões amarelos: Neneca e Cris (Santo André); Alvaro, Fierro e Dênis Marques (Flamengo)
Gols: Denis Marques, aos 7'/1T, Leonardo Moura, aos 49'/1T e Zé Roberto, aos 47'/2T (Flamengo)

Flamengo
Bruno; Léo Moura (Rafael Gallardo), Álvaro, Ronaldo Angelim e Everton; Aírton (David), Lennon (Maldonado), Fierro e Petkovic; Zé Roberto e Dênis Marques.
Técnico: Andrade

Santo André
Neneca; Rogério, Arthur, Cris (Malaquias) e Ávine; Fernando, Ricardo Conceição, Sidney e Ricardo Goulart (Marcelinho Carioca); Júnior Dutra (Rodrigo Fabri) e Nunes.
Técnico: Gallo