Barueri 2 x 2 Corinthians - Gol relâmpago e Timão muito mal

por Agência Futebol Interior

Barueri, SP, 26 (AFI) - O Corinthians voltou a jogar e desperdiçou outra grande oportunidade de encostar no pelotão de elite do Campeonato Brasileiro. Com um time remendado e em uma noite pouco inspirada, o Timão sofreu para segurar o empate contra o Barueri, por 2 a 2, nesta quarta-feira, na Arena Barueri, em jogo válido pela abertura da 22ª rodada da competição.Este foi o segundo empate consecutiva do clube alvinegro, que se mantém na sétima colocação, com 33 pontos. Sete a menos que o líder Palmeiras. Logo em seguida aparece o Barueri, que também acumulou o segundo empate seguida e soma 33 pontos. Perde apenas no número de vitórias.



O fato curioso do jogo é que os donos da casa abriram o placar aos 19 segundo de jogo, com o atacante Flavinho. Este foi o segundo gol mais rápido do Brasileirão, perdendo apenas para o gol marcado por Wellington Paulista Timão esqueceu de jogar
Quando o jogo começou, o Corinthians não teve tempo nem para respirar. Logo aos 19 segundo de jogo, o Barueri surpreendeu a todos e abriu o

placar. Após bola levantada pelo lado direito, o lateral-esquerdo Márcio Careca ajeitou de cabeça e o atacante Flavinho, livre na área, cabeceou para marcar.

Apesar de sair na frente, o time da casa continuou bem melhor, buscando o ataque, enquanto o Timão cedia muitos espaços em sua defesa. Até os 15 minutos, os mandantes já haviam finalizado quatro vezes a gol, contra nenhuma chance dos alvinegros.

O Timão só conseguiu dar seu primeiro chute, aos 23. O atacante Jorge Henrique cruzou para área, o goleiro René saiu mal do gol e a bola sobrou para Marcelinho mandar por cima do gol. Um minuto depois, o meia Elias soltou uma bomba de fora da área e o goleiro defendeu em dois tempos.

Embora tenha finalmente chegado ao gol de René, o clube Parque São Jorge seguiu jogando muito mal e errando passes em demasia. Já o Barueri tirou o pé do acelerador, o que diminuiu ainda mais a qualidade do confronto.

O último lance de perigo foi da equipe da casa. Aos 34, Val Baiano aproveitou escanteio e cabeceou. O goleiro Rafael Santos se atrapalhou todo com a bola, que foi entrando mansamente. Por sorte, o arqueiro se recuperou e salvou em cima da linha.

Jogo melhoraaos seis minutos. Souza invadiu a área e se jogou. O árbitro Salvio Spinola Fagundes Filho caiu na dele, deu pênalti e ainda amarelou Márcio
Na segunda etapa, apesar da entrada do atacante Souza na vaga de Henrique, o Corinthians bem mais disposto e conseguiu chegar ao empate logo Careca. Na cobrança, Marcinho não desperdiçou.O gol pôs fogo no jogo. O Barueri chegou a perder uma chance incrível, com Val Baiano, aos 11 minutos. E pagou caro por não ter matado o lance.

Um minuto depois, o meria Elias acertou uma bomba da intermediária, a bola pegou um efeito incrível e morreu no ângulo esquerdo do goleiro René. Um golaço!

O time da casa sentiu o gol da virada e pareceu um pouco perdido. Tanto que os alvinegros quase chegaram ao terceiro gol, aos 15, em outra bomba de Elias, defendida pelo goleiro. O Barueri, porém, não se entregou e conseguiu empatar aos 18. Após cruzamento da esquerda, Paulo André não tirou e Val Baiano desviou de cabeça.Depois do empate, o ritmo do jogo caiu um pouco. Cada equipe chegou a criar mais uma boa chance de gol. O jogo, entretanto, não poderia acabar

sem nova polêmica. Aos 37, Leandro Castán chegou a marcar o terceiro de cabeça, mas o árbitro assinalou impedimento. Próximos Jogos
Agora, o Barueri volta a campo somente no dia 5 de setembro (sábado), quando enfrentará o Palmeiras, às 18h30, no Estádio Palestra Itália, em São

Paulo. Enquanto isso, o Corinthians faz o clássico contra o Santos, na próxima quarta-feira, às 21h50, no Pacaembu. Ficha Técnica



Barueri 2 x 2 CorinthiansLocal: Estádio Arena Barueri, em Barueri-SP
Árbitro: Salvio Spinola Fagundes Filho-SP (Fifa)
Cartões Amarelos: Xandão, Leandro Castán, Márcio Careca (Barueri); Moradei, Paulo André, Elias, Souza e Marcelo Oliveira (Corinthians)
Cartão Vermelho: Xandão (Barueri)
Gols: Flavinho aos 19seg/1ºT e Val Baiano aos 18'/2T (Barueri); Marcinho aos 6'/2T e Elias aos 12'/2T (Corinthians)



Barueri
(Luís) e Flavinho (Basílio).
Técnico: Diego Cerri

René; Leandro Castan, Xandão e Daniel Marques; Marcos Pimentel, Ralf, Ewerton (Márcio Hahn), Thiago Humberto e Márcio Careca; Val Baiano Corinthians(Souza).
Técnico: Mano Menezes.
Rafael Santos; Balbuena, Jean, Paulo André e Marcinho (Marcelo Oliveira); Moradei, Elias e Morais; Jorge Henrique, Bill (Jadson) e Henrique