Fluminense 1 x 4 Goiás - O rebaixamento bate à porta

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 18 (AFI) – O Fluminense é um sério candidato ao rebaixamento nesse Brasileirão. O Tricolor recebeu o Goiás, em casa, no Estádio do Maracanã, neste sábado à noite, e acabou goleado, por 4 a 1, pela 12.ª rodada. O Goiás não tomou conhecimento do Flu, e goleou no segundo tempo sobre os gritos de protestos (olé! olé!) dos tricolores.

Esse confronto marcou também o jogo de número 600 do goleiro Harlei com a camisa do Goiás. O goleiro está no gol do time goiano há dez anos, e nada melhor que uma goleada para abrilhantar a noite.

"Fiquei feliz pela marca e também pela goleada. Sou um homem muito feliez", resumiu "o cara da noite".

Flu em apuros
Com essa goleada, o Goiás fica mais perto da zona de classificação para a Copa Libertadores, ocupando a sétima colocação, com 17 pontos ganhos. Já Fluminense vem fazendo uma campanha vergonhosa, e com apenas dez pontos, fica na penúltima posição na tabela.

"Eu não desanimo, porque acredito nessa equipe", declarou após o jogo o técnico Vinícius Eutrópio.


Na trave! A partida começou bastante equilibrada, com uma ligeira pressão do time do Goiás, com a rapidez do atacante Iarley, e os cruzamentos de Júlio César.

O Fluminense equilibrou a partida e criou com o atacante Kieza. Logo aos 12 minutos, o meia Conca acertou a trave do goleiro Harlei. O argentino cobrou uma falta na entrada da área com categoria, e a bola explodiu no poste esquerdo.

O Tricolor continuava em cima. Na seqüência , aos 18 minutos, Conca lançou Ruy e correu para área, o lateral cruzou e o argentino recebeu no segundo pau, e finalizou por cima do gol.

O Fluminense tinha mais posse de bola, porém não conseguia furar o forte bloqueio montado pelo Goiás, que se defendia muito bem. O time carioca ainda quase marcou com Kieza, aos 29 minutos. O atacante recebeu na área e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Goiás no ataque
Jogando na defesa, o Goiás chegou pouco ao gol de Ricardo Berna, porém levou perigo aos 40 minutos. Após um bom cruzamento de Júlio César, o artilheiro Felipe, dominou e bateu, a bola passou tirando tinta da trave.

No final do primeiro tempo, o Verdão saiu mais para o jogo. Logo em seguida, o time da casa quase marcou novamente, com Felipe. O atacante recebeu na área e bateu forte, a bola explodiu na defesa e saiu para escanteio.

Show do Verdão...
O segundo tempo começou eletrizante, e com o Fluminense abrindo o placar com o lateral Ruy “Cabeção”, logo aos dois minutos. O lateral João Paulo cruzou da esquerda, a bola correu toda a área, até chegar em Ruy, que dominou, chamou para o pé esquerdo, e bateu para fazer o primeiro do Flu.

Com o gol, o Fluminense melhorou na partida, e ainda teve uma boa chance com Leandro Amaral, que cabeceou com perigo. A torcida não teve muito tempo para comemorar, o Goiás empatou o jogo aos 13 minutos, com Ramalho. O volante pegou o rebote do escanteio, e bateu com força sem chance para o goleiro Ricardo Berna.

A virada...
O Verdão não deixou o Fluminense respirar, e virou a partida com Júlio César, na seqüência, aos 17 minutos. Após cobrança de falta, o lateral bateu a bola desviou na barreira, enganando o goleiro.

O Fluminense ficou atordoado em campo com o segundo gol do Goiás, que toca a bola com facilidade. E o Verdão ampliou no marcador, com o artilheiro Felipe. Em uma jogada muito parecida com o segundo gol, o atacante pegou o rebote do escanteio e bateu forte, para fazer o terceiro aos 26 minutos.

A vitória virou goleada
O Goiás deita e rola em cima do Fluminense, e em um rápido ataque, o Verdão chegou ao quarto gol, com Iarley, aos 35 minutos. O atacante pegou o rebote dado pelo goleiro Ricardo Berna, após um forte chute de Felipe, agora dividindo a artilharia do Brasileiro com Roger, do Vitória. Ambos têm oito gols cada.

Depois do resultado já feito, o Goiás somente tocou bola esperando o término da partida. O Fluminense saiu de campo vaiado, e um torcedor até atirou um rádio de pilha de gramado.

Próximos jogos
Pela 13ª rodada do Brasileira, o Fluminense terá pela frente o Atlético Mineiro, em Minas Gerais, na próxima quinta-feira, às 21 horas. Já o Goiás vai receber em casa, o Palmeiras, na quarta-feira, às 21h50.

Ficha Técnica

Fluminense 1 x 4 Goiás

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra –SP
Cartões Amarelos: Luiz Alberto, Marquinho, Ruy (Fluminense); Valmir Lucas, Leandro Euzébio, Felipe (Goiás)Renda: R$ 83.739,00
Público: 8.327

Gols: Ruy aos 2’/2T (Fluminense); Ramalho aos 14’/2T, Júlio César aos 17’/2T, Felipe aos 26’/2T e Iarley aos 35’/2T (Goiás)

Fluminense
Ricardo Berna; Diogo (Carlos Eduardo), Edcarlos, Luiz Alberto e João Paulo; Wellington Monteiro, Marquinho (Tartá), Ruy e Conca; Leandro Amaral (Maicon) e Kieza.
Técnico: Vinícius Eutrópio

Goiás
Harlei; Ernando, Leandro Euzébio e Valmir Lucas; Vitor, Amaral, Ramalho, Felipe Menezes (João Paulo) e Júlio César; Iarley (Zé Carlos) e Felipe (Bruno Meneghel)
Técnico: Hélio dos Anjos