Cruzeiro 1 x 2 Corinthians - Fenômeno tira a “zica” e Timão sobe!

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 19 (AFI) – Após 26 jogos, enfim, o atacante Ronaldo marcou seu primeiro gol fora do Estado de São Paulo e foi justamente contra seu ex-clube, o Cruzeiro. No reencontro, o Fenômeno garantiu a vitória do Corinthians, por 2 a 1, sobre a Raposa, em pleno Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, na tarde deste domingo, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com este gol, Ronaldo chegou ao sexto no Brasileirão e 18º com a camisa do Timão. Mas no primeiro tempo, o Fenômeno deu mancada e perdeu um pênalti. Antes disso, Jorge Henrique já havia aberto o marcador. Kleber marcou e pênalti para o Cruzeiro.

O resultado deixou o Corinthians nas primeiras colocações. O Timão está em quinto lugar, com 20 pontos, cinco a menos que o líder Atlético Mineiro. Já o Cruzeiro está à beira da zona de rebaixamento, na 16ª posição, com apenas dez pontos.

Fenômeno: uma no cravo...
Buscando levantar a cabeça após a perda da Libertadores, o Cruzeiro se apegou a torcida para tentar sufocar o Corinthians. Mas o início do primeiro tempo foi mordido e com poucas chances dos dois lados.

Aos 18 minutos, Dudu recebeu livre na área e bateu cruzado. Mas a bola passou pela esquerda. Logo em seguida, aos 22 minutos, Ronaldo, ele mesmo, fez um lançamento preciso para Jorge Henrique. O pequenino atacante entrou velocidade na área, cortou o goleiro Fábio e meteu para as redes.

Animado pelo gol, o Timão foi para cima. Cinco minutos mais tarde, Jorge Henrique devolveu o passe para o Fenômeno, que sem goleiro bateu para o gol. Mas antes da bola entrar, Leonardo Silva fez uma bela defesa com a mão. Como o zagueiro não é goleiro, ele foi expulso.

Mas na cobrança, Ronaldo deu uma de jogador comum e não aumentou o placar. O Camisa 9 deu a paradinha, mas Fábio não caiu e pegou após chute mal dado pelo corintiano. Sem levar o segundo gol, a Raposa cresceu no jogo.

Aos 37 minutos, Gerson Magrão recebeu bola de Kleber, que deu de calcanhar, mas o lateral chutou por cima. Sete minutos mais tarde, Gerson Magrão cruzou e Jonathan marcou. Mas o árbitro deu falta do cruzeirense.

No lance seguinte, aos 45 minutos, Henrique cortou mal a bola e Morais, mesmo livre na área, conseguiu acertar a trave azul.

Segura o Timão!
No segundo tempo, na frente do placar e com um homem a mais, o Corinthians foi com tudo para cima, disposto a definir o placar. Logo no primeiro minuto, Diogo fez boa jogada e bateu cruzado. Jorge Henrique tentou tocar na bola, mas não conseguiu.

Aos 9 minutos, Ronaldo recebeu na área e bateu. Mas Fábio fez outra defesa. Mas aos poucos o Cruzeiro foi pra cima. Aos 19 minutos, Kleber recebeu de frente para o gol, mas perdeu o lance.

No minuto seguinte, foi o goleiro Felipe quem salvou o Timão. Marquinhos Paraná mandou uma bomba e o camisa 1 defendeu. Aos 30 minutos, Felipe segurou de novo. Desta vez foi Jonathan que tentou.

Mas dois minutos depois, Jucilei fez boa jogada e rolou para Ronaldo. Livre, ele apenas tocou para o fundo das redes para fazer seu sexto gol na competição e o primeiro fora do Estado de São Paulo.

Para fechar, aos 38 minutos, Chicão derrubou Kleber na área. Na cobrança, o atacante não imitou o Fenômeno e diminuiu. Mas já era tarde e o Timão conseguiu vencer.

Próximos jogos
Na 13ª rodada, o Cruzeiro vai a Santo André encarar o time da casa na quarta-feira, às 19h30. Enquanto isso, o Corinthians encara o Vitória no Pacaembu na quinta-feira, às 21 horas.

Ficha Técnica

Cruzeiro 1 x 2 Corinthians

Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha-GO
Cartões amarelos: Henrique, Fabrício, Kléber (Cruzeiro); Elias, Diego e Morais (Corinthians)
Cartão vermelho: Leonardo Silva (Cruzeiro)
Gols: Kleber, aos 39’/2T (pênalti) (Cruzeiro); Jorge Henrique, aos 22’/1T e Ronaldo, aos 32’/2T (Corinthians)

Cruzeiro
Fábio; Jontahan, Leonardo Silva, Henrique e Gerson Magrão (Athirson); Fabinho Marquinhos Paraná, Fabrício e Dudu (Elicarlos); Kléber e Wellington Paulista (Thiago Ribeiro).
Técnico: Adilson Batista.

Corinthians
Felipe; Diogo, Chicão, Diego e André Santos; Cristian, Elias (Marcinho), Jucilei e Morais (Jadson); Jorge Henrique (Marcelinho) e Ronaldo.
Técnico: Mano Menezes.