BRASILEIRO FEMININO: Santos joga bem e larga na frente do Corinthians na final

As Sereias da Vila Belmiro, venceram pelo placar de 2 a 0. Podem perder por um gol na volta na Arena Barueri

por Oscar Silva -

Santos, SP, 13 (AFI) - O Santos deu um grande passo para conquistar pela primeira vez na sua história o título de Campeão Brasileiro Feminino, ao bater o Corinthians\Audax. Jogando na noite desta quinta-feira, em Santos, na Vila Belmiro, com mais de 13 mil torcedores presentes, as Sereias da Vila Belmiro, venceram pelo placar de 2 a 0.

Os dois gols foram assinalados ainda no primeiro tempo com Sole Jaimes e Patrícia Sochor. Com o resultado, o time praiano pode até perder na volta até por 1 a 0, que mesmo assim levanta a taça. A grande final vai acontecer na Arena Barueri, na próxima quinta-feira, às 18 horas.

O Corinthians terá de ganhar por três ou mais gol de vantagem para ser campeão direto. Qualquer vitória corintiana por dois de diferença levará a decisão para a disputa por pênaltis.

TRIO, TÉCNICA E PÚBLICO
O trio de arbitragem também foi feminino e teve grande atuação. Rejane Caetano da Silva (RJ) dirigiu o jogo auxiliada pelas assistentes paulistas Marcela de Almeida Silva e Leandra Aíres Cossette. O Coronel Marinho, novo homem forte da arbitragem nacional, acompanhou o jogo.

As meninas também atuaram sob os olhares atentos de Emily Lima, atual técnica da Seleção Brasileira.

Sem cobrança de ingressos e com torcida única, o público santista prestigiou a equipe feminina nesta quinta-feira. Curiosamente, a partida registrou o maior público da Vila Belmiro em 2017, superando os 13.132 da vitória do Santos sobre o The Strongest, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Na próxima semana, será a vez dos corintianos terem o direito exclusivo de torcer na Arena Barueri.

A bola queimou nas mãos da goleira do Corinthians e a argentina Sole Jaimes marcou seu 17.º gol no Brasileiro. Foto: Santos FC
A bola queimou nas mãos da goleira do Corinthians e a argentina Sole Jaimes marcou seu 17.º gol no Brasileiro. Foto: Santos FC

COM DIREITO A GOLAÇO
Com direito a um golaço de Patrícia Sochor, o Santos melhor em campo e com apoio da sua torcida conseguiu a vitória parcial 2 a 0. Aos 15 minutos, na falha grotesca da defesa corintiana e, principalmente da goleira Lelê, as Sereias da Vila Belmiro, abriram o marcador com a artilheira do campeonato a atleta argentina Sole Jaimes.

Ela atingiu a marca dos 17 gols na competição. Cinco minutos depois, numa pintura de gol a jogadora Patrícia Sochor, dentro da pequena deu um toque sutil por cobertura fazendo 2 a 0. O Corinthians, quase diminuiu aos 25 minutos. Após cobrança de escanteio através de Gabi Nunes, a bola passou por toda a defesa santista e a zagueira Pardal, chegou atrasado no lance.

OUTRA CHANCE
Aos 39, por pouco não aconteceu o terceiro gol praiano. De fora da área Maurine, arriscou e a bola passou rente ao travessão. Por aquilo que as Sereias apresentaram em campo o resulto foi mais que justo, pois as meninas santistas tomaram iniciativa do jogo.

O alvinegro praiano, ficou no aguardo jogando mais fechado explorando um contra-ataque fato que não aconteceu terminado assim o triunfo justo a favor do time dirigido pelo técnico Caio Couto.

Na etapa complementar a partida caiu de produção e aconteceram apenas dois lances de perigo. O Santos, chegou com perigo com a artilheira Sole Jaimes, enquanto o Corinthians, quase descontou com Cacau. Final, 2 a 0, Santos, resultado justo.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
1ª rodada
Data
13/07/2017
Horário
18h30
Local
Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro
Rejane Caetano da Silva (RJ)

Assistentes
Marcela de Almeida Silva (SP) e Leandra Aíres Cossette (SP)

Gols
Santos-SP: Sole Jaimes 15' 1T, Patricia Sochor 20' 1T
Santos-SP
Dani;
Katiucia (Geovania), Karol Arruda, Camila e Dany Silva;
Maria, Brena (Sida) e Murine;
Patrícia Sochor (Juliette), Sole Jaimes e Kleten
Técnico: Caio Couto
Corinthians-SP
Lelê;
Paulinha (Fabi Simões), Pardal, Mimi e Juci;
Ana Vitória (Monique Peçanha), Grazi, Cacau e Gabi Nunes;
Byanca Brasil (Geyse) e Nenê
Técnico: Arhtur Elias
aaa