Maradona está a um passo de se igualar a ex-técnico da Argentina

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 18 (AFI) - O técnico Diego Armando Maradona, da Argentina, mostrou para todos os seus críticos que ele não é “genial” apenas com a bola nos pés. Desde que assumiu a seleção alviceleste, em 2008, o treinador conseguiu atingir bons números e dessa vez chegou a marca de sete vitórias consecutivas, algo que o país não conseguia desde 1998. Além disso, Dieguito alcançou a marca de 12 anos na seleção argentina.

Leia mais:
Brasil lidera audiência da Copa. Já o pior é... Veja o ranking!

A última vez que a seleção conseguiu uma boa série foi na campanha da Copa do Mundo da França, no comando de Daniel Passarela, mas teve um final sem sucesso depois de oito vitórias consecutivas. Agora, Maradona está a um passo de se igualar a Passarela contra a Grécia, na próxima terça-feira.

Somando 19 meses no comando do grupo argentino, Maradona explicou que, durante este tempo como treinador da seleção do país, ele cresceu muito e aprendeu a conseguir vitórias.

“Cresci muito durante este tempo. Não sei dizer precisamente o quanto. Mas realmente aprendi várias coisas, principalmente na maneira de conseguir as vitórias”, afirmou o treinador na sala de conferência do Soccer City, logo após a segunda vitória de sua equipe no Mundial.

Modesto?
Vivendo um bom momento no Mundial, o treinador fez questão de dividir esse momento com os jogadores, que estão mostrando um bom desempenho com a camisa do país.

“Tenho 23 feras neste grupo, todas pendentes para entrar em campo, para vestir a camisa da seleção argentina e prontas para vencerem os jogos”, elogiou o treinador.

Acompanhe o Futebol Interior também pelo twitter