Mamata! Governo isenta rede transmissora da Copa 2014 de impostos

por Teste

Brasília, DF, 25 (AFI) - O governo federal abrirá mão de R$ 500 milhões em arrecadação de tributos em favor da Fifa, suas parceiras e a emissora que transmitirá as partidas da Copa do Mundo de 2014. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina nesta quarta-feira o projeto de lei que cria esse benefício.

Veja também:
Polêmica! Agente Fifa reprova as mudanças na Lei Pelé

O mesmo projeto retirará a incidência de impostos federais nas obras de construção e reforma de estádios. Lula assina também um projeto de lei complementar autorizando os municípios a isentar os serviços relacionados à Copa do Imposto sobre Serviços (ISS) e um decreto criando um comitê de proteção de marcas e patentes que vai, por exemplo, proibir publicidade de empresas que não sejam patrocinadoras do evento ao redor dos estádios.

A seleção brasileira de futebol será recebida na tarde desta quarta por Lula. "Ele é pé quente", garantiu o ministro dos Esportes, Orlando Silva. "Está tão confiante que já se programou para assistir à final". Os projetos das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 já estão aprovados pela Fifa.