Fifa aprova projeto arquitetônico do Beira-Rio para a Copa 2014

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 20 (AFI) - Um escritório de arquitetura de Porto Alegre foi escolhido pelo Internacional para gerenciar o projeto de reforma e modernização do Estádio Beira-Rio para a Copa do Mundo de 2014. O projeto desenvolvido pela Santini e Rocha Arquitetos em conjunto com a Hype Studio foi aprovado pela Fifa em recente visita à capital gaúcha.

Leia mais:
Ídolo do São Paulo vai virar comentarista durante a Copa


Entre as mudanças, está cobertura metálica, item obrigatório nas exigências da Fifa. No entanto, a cobertura já fazia parte do projeto de revitalização do estádio, onde o clube pretendia oferecer para os torcedores esse conforto antes do anúncio da Copa do Mundo de 2014.

"O caderno de encargos da Fifa privilegia questões de segurança, acessibilidade e conforto do torcedor. Nos outros pontos do estádio faz uma série de recomendações não obrigatórias, mas se o projeto não contemplá-las pode acabar com o estádio reprovado para a Copa do Mundo.Se depender da equipe de planejamento o Beira-Rio estará pronto dentro do prazo e poderá sediar jogos das quartas-de-final da Copa", explicou o arquiteto Cícero Santini.

Mundança deixaram os torcedores mais próximos do gramado
O coordenador do projeto destacou algumas das diferenças que o público irá notar quando a modernização do Beira-Rio estiver pronta.
"A arquibancada inferior será modificada para que o torcedor fique bem mais próximo do gramado, como recomenda a Fifa. O fosso e a coréia, denominação para a antiga geral do Beira-Rio, deixarão de existir", contou Santini.

No início desta semana, o Governo Federal confirmou a isenção de impostos para a aquisição de materiais de construção. A medida deve acelerar o início das obras. O Internacional anunciou que mesmo sem a isenção começaria os trabalhos no mês de junho.