Londrina 2 x 2 Brasil-RS: Com confusão generalizada, Xavante garante classificação

Goleiro Eduardo Martini saiu preso pela Polícia Militar após desmaiar um membro da comissão técnica do Tubarão

por Agência Futebol Interior

Londrina, PR, 01 (AFI) – Com boa vantagem após a vitória por 3 a 1 no primeiro jogo, o Brasil de Pelotas enfrentou o Londrina, pela partida de volta da semifinal da Série D do Campeonato Brasileiro, no Estádio do Café. O Xavante soube segurar a pressão inicial e, jogando no erro do adversário, empatou em 2 a 2 e carimbou a classificação.

Confusão generalizada marca confronto entre Londrina e Brasil de Pelotas (Foto: Diário Popular)
Confusão generalizada marca confronto entre Londrina e Brasil de Pelotas (Foto: Diário Popular)

O jogo foi marcado por muita briga e discussão. Vários cartões foram distribuídos e o policiamento teve que intervir. A confusão foi tamanha, que Ximbica, um membro da comissão técnica do Londrina, desmaiou após receber um chute do goleiro do Brasil, Eduardo Martini, e saiu de campo imobilizado. O goleiro foi retirado de campo pela Polícia Militar.

COM A BOLA ROLANDO...

Buscando reverter o resultado negativo da primeira partida, o Londrina começou pressionando o Brasil. Trocando passes no campo ofensivo, não demorou para o Tubarão chegar com perigo ao gol de Eduardo Martini. Aos 10 minutos de jogo, após lançamento para área do Brasil, a zaga afastou mal e, no rebote, Paulinho soltou a bomba. A bola passou muito perto da meta gaúcha. Dois minutos mais tarde, Celsinho tabelou com Bruno Batata e cruzou para dentro da área, mas ninguém chegou para completar.

Os paranaenses pressionavam insistentemente e perdiam boas chances. Aos 26 minutos, Bruno Batata chutou de fora da área, a bola desviou na zaga, enganou o goleiro, mas foi para fora. Na cobrança do escanteio, Silvio subiu livre e cabeceou, mas a zaga tirou em cima da linha. Aos 35 minutos, Paulinho cobrou falta rapidamente, Bruno Batata chutou forte, mas a bola foi para fora. Dois minutos mais tarde, Alan Vieira cruzou e Bruno Batata antecipou bem a zaga e cabeceou. A bola passou muito perto.

Na saída de campo, os jogadores dos dois times, exaltados, iniciaram uma confusão e a polícia teve que intervir e fazer um cordão de isolamento para que os jogadores rubro-negros pudessem caminhar ao vestiário.Revoltada, torcida mandante arremessava objetos dentro do gramado.

CONFUSÃO GENERALIZADA

O ditado mais certo do futebol é “quem não faz toma.”. O Brasil, na primeira chance que teve, abriu o placar, para desespero do Tubarão. Aos 37 minutos, David Ceará saiu jogando errado, o time gaúcho recuperou a bola e armou contra-ataque. No cruzamento, Nena completou e não deu chances ao goleiro Vitor. Após o gol sofrido, o time do Londrina se perdeu em campo e não conseguiu manter a pressão que vinha fazendo em cima do Brasil.

Na volta do intervalo, mais um erro da zaga do Tubarão permitiu que o Brasil marcasse gol. De forma bizarra, o zagueiro Sílvio tentou chapelar o atacante Nena e sair jogando, mas perdeu a bola para Alex Amado, que tocou para Nena, que só completou para o gol e fechou o caixão do Londrina.

Goleiro Eduardo Martini saiu preso pela Polícia Militar (Foto: Diário Popular)
Goleiro Eduardo Martini saiu preso pela Polícia Militar (Foto: Diário Popular)

Durante o segundo tempo, o Londrina até tentou pressionar para conseguir diminuir a desvantagem e conseguiu o empate. Aos 20 minutos, Celsinho cobrou escanteio, Alexandre Oliveira tentou a finalização e, no rebote, Diego Roque completou, sem chances para Eduardo Martini. Empolgado, o Tubarão chegou ao empate quatro minutos mais tarde. Novamente na bola parada de Celsinho, a bola sobrou para Sílvio,que escorou para o gol. Após o empate, uma confusão generalizada começou entre jogadores e comissão técnica de ambos os times. Após a paralisação, o juiz decidiu recomeçar o jogo.

A bola voltou a rolar e o Brasil teve chance de ampliar após o goleiro Vitor derrubar Nena dentro da área. O próprio atacante bateu, mas o goleiro se redimiu e defendeu a cobrança.

Com o empate, o Brasil se classificou e agora espera o resultado entre Confiança e Tombense para ver qual será o adversário.

Ficha Técnica

Fase
Semifinal
Rodada
2ª rodada
Data
01/11/2014
Horário
19h00
Local
Estádio do Café - Londrina (PR)
Árbitro
Eduardo Tomaz de Aquino Valadao-GO

Renda
R$ 147.880,00
Assistentes
Evandro Gomes Ferreira-GO e Leandro dos Santos Ruberdo-MS

Público
7.842 pagantes/ 650 Não pagantes
Cartões Amarelos
Londrina-PR: Anderson, Bruno Batata, David Ceará , Paulinho, Madison, Vitor, Diogo Roque
Brasil-RS: Anderson

Cartões Vermelhos
Londrina-PR: Madison, Alan Vieira
Brasil-RS: Eduardo Martini
Gols
Londrina-PR: Diogo Roque 20' 2T, Sílvio 24' 2T
Brasil-RS: Nena 37' 1T, Nena 1' 2T
Londrina-PR
Vitor;
Lucas Ramon, Dirceu, Silvio e Allan Vieira;
Diogo Roque, David Ceará (Madison), Anderson (Léo Maringá) e Celsinho;
Paulinho (Alexandre Oliveira) e Bruno Batata.
Técnico: Paulo Tencati
Brasil-RS
Eduardo Martini;
Wender, Cirilo, Fernando Cardozo e Rafael Foster;
Leandro Leite, Marcio Hahn (Chicão), Washington e Felipe Garcia (Ricardo);
Nena e Alex Amado (Anderson).
Técnico: Rogério Zimmermann
 
 
" />