Técnico de clube do Brasileirão detona jogos às 11 horas

Na 17ª colocação com 11 pontos, o Red Bull Bragantino se prepara para encarar o Corinthians no sábado

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 29 (AFI) - O técnico Maurício Barbieri não gostou muito do Red Bull Bragantino, por 1 a 1, com o Vasco pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas gostou menos ainda de ter atuado às 11 horas no sol do Rio de Janeiro.

"Jogar numa temperatura dessas não favorece o espetáculo. Quero fazer um adendo a quem toma essas decisões que reveja. Não estou me referindo a questão do resultado, mas não tem como cobrar um bom futebol em uma condição dessa e preservar a saúde e integridade dos atletas em uma condição dessa", criticou.

Quente, muito quente. (Foto: Divulgação)
Quente, muito quente. (Foto: Divulgação)

"Nós tivemos as melhores oportunidades do jogo e temos que entender que esta é uma situação atípica com um calor de quase 40 graus, além do gramado que não nos ajudou por conta da nossa equipe ser leve e técnica. Foi um jogo que não houve muitas finalizações de ambos os lados", completou Barbieri.

Na 17ª colocação com 11 pontos, o Red Bull Bragantino se prepara para encarar o Corinthians no sábado, às 21 horas, em Bragança Paulista.