Há uma década, Red Bull Brasil levantava o título da Série A3

Clube-empresa estava apenas em sua terceira temporada no futebol profissional e já conquistava seu segundo título

por Federação Paulista (FPF)

Bragança Paulista, SP, 23 - Apesar de construir uma história recente no cenário do futebol brasileiro, o Red Bull Brasil chama a atenção por conquistas e ascensões.

Há exatos 10 anos, com apenas três anos de fundação, o clube conquistava o Campeonato Paulista da Série A3, o seu segundo título e acesso consecutivo. A final, que completa uma década neste sábado (23), aconteceu diante da tradicional Ferroviária.

Fundado no dia 19 de novembro de 2007, o Red Bull Futebol iniciou suas atividades em 2008. A primeira competição da qual participou foi o Campeonato Paulista Sub-23 da Segunda Divisão.

Nesta temporada, apesar de estrear com vitória diante do Sumaré, por 2 a 0, a equipe terminou na quinta colocação, ficando próximo do acesso.

Há uma década, o Red Bull Brasil levantava o título da Série A3
Há uma década, o Red Bull Brasil levantava o título da Série A3

Chegada a segunda temporada e uma nova participação na divisão. Na primeira fase, ainda sob o comando de José Fernandes, a equipe se classificou na quarta colocação do Grupo 4, com 18 pontos.

Nesta etapa, foram cinco vitórias, três empates e quatro derrotas. O experiente Jair Picerni assumiu o cargo no último jogo da primeira fase, sendo derrotado pelo Primavera, por 1 a 0.

No entanto, na segunda fase, o Red Bull Brasil deslanchou. Foram quatro vitórias e apenas dois empates, garantindo a classificação para a fase 3, de forma invicta. Por conta disso, foi líder do Grupo 7, com 14 pontos.

Nas duas etapas seguintes, também terminou na liderança, até superar o Atlético Araçatuba nas finais e garantir o título inédito da Segundona.

CAMPANHA NA A3
Em 2010, com a inédita participação na Série A3, o clube contava com o comando de Márcio Fernandes. Logo no jogo de estreia na nova divisão, venceu o Comercial em um difícil 4 a 3, no Moisés Lucarelli, em Campinas - inclusive, essas foram as duas melhores equipes na primeira fase da competição.

O Red Bull Brasil terminou na liderança, com 40 pontos, enquanto o Comercial, na vice, com 37. Ao todo, o clube-empresa chegou a 12 vitórias, quatro empates e três derrotas.

Na segunda fase, os classificados se dividiram em dois grupos, com quatro equipes em cada. Apenas os líderes de cada grupo se classificariam para a fase final da competição. Porém, os dois segundos colocados também garantiam o acesso para a Série A2 do ano seguinte. Mas “só” o acesso não bastava para o jovem time.

Com mais um belo desempenho, o Red Bull Brasil terminou a segunda fase na liderança do Grupo 2. Foram 11 pontos somados, em seis partidas disputadas. Inclusive, só não passou nesta fase de forma invicta, devido a derrota para o Palmeiras B. De qualquer forma, o segundo acesso consecutivo estava assegurado.

AS FINAIS
No outro grupo, quem também fazia uma campanha incontestável era a Ferroviária, do técnico Felício Cunha. O time de Araraquara teve o melhor desempenho de toda a segunda fase. Foram quatro vitórias, um empate e uma derrota. Foram 13 pontos conquistados, dois a mais que seu adversário da final.

No primeiro duelo da decisão, o Red Bull Brasil se impôs desde o início da partida, criando boas oportunidades. Mesmo jogando fora de casa, se sentiu confortável o suficiente para vencer por 3 a 0, com dois gols do camisa 9 Henan, e um de Hudson. Com esse placar, o clube levava considerável vantagem para o jogo da volta, em Campinas.

Na volta, no Moisés Lucarelli, o time comandado por Márcio Fernandes tinha a vantagem de poder perder por até três gols de diferença que ficaria com a taça. Apesar disso, logo aos seis minutos, Alex Rafael abriu o marcador. Depois, aos 10 do segundo tempo, Alex Rafael marcou novamente. Júlio Cesar ainda descontou dois minutos mais tarde para a Ferroviária, mas William César fez o terceiro. Mesmo com gol aos 40, de Pedro Raphael, o time de Araraquara não conseguiu estragar a festa do campeão, que chegava ao seu segundo título consecutivo, com apenas três anos de disputa.

FICHA TÉCNICA
Red Bull Brasil 3 x 2 Ferroviária - Série A3 - Final
Local:
estádio Moisés Lucarelli, em Campinas;
Data: 23 de maio de 2010;
Árbitro: Márcio Roberto Soares;
Público: 2.775;
Gols: Alex Rafael (2) e Willian Cesar (RBB); Júlio César e Tobias (AFE).

Red Bull: Luiz Fernando; Edu, Carlinhos, Dedimar (Ricardo Rocha) e Jefferson; Elder (Willian Cesar), Alex Rafael (Rodrigo), Hudson e Serginho; Henan e Dudu. Técnico: Márcio Fernandes.

Ferroviária: Roberto; Gustavo, Amarildo (Alexandre), Marco Antonio e Assis; Henrique, Rodrigo Salles, Tobias e Daniel (Walker); Danilo (Fabinho) e Júlio Cesar. Técnico: Cardoso.

Mateus Bezerra, especial para a FPF