ESPECIAL: Compare as campanhas do Bragantino nos títulos pela Série B!

Luxemburgo garantiu o título do Braga em 1989 e Antônio Carlos Zago foi o responsável em 2019

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 14 (AFI) - O Bragantino, após exatos 30 anos, voltou a conquistar o título da Série B do Campeonato Brasileiro. Se em 1989 o clube paulista enfrentou fase de grupos, mata-mata e final, na atual temporada o Braga levou a melhor nos pontos corridos. O título foi obtido com o empate, por 1 a 1, ante o Criciúma, nesta sexta-feira, no Estádio Nabizão, em Bragança Paulista, pela 36ª rodada.

O acesso foi garantido com cinco rodadas de antecedência e o título de 2019 com duas. Para dar a volta olímpica, o representante de Bragança Paulista obteve 21 vitórias e nove empates, além de ter sofrido seis derrotas. Foram 62 gols a favor e 26 tentos tomados. Aproveitamento de 66,7%.

Acesso e título. (Foto: Bragantino / Divulgação)
Acesso e título. (Foto: Bragantino / Divulgação)

MENOS JOGOS EM 1989
Em 1989, o Bragantino realizou só 20 partidas com 14 triunfos, cinco tropeços e uma derrota, além de 29 gols marcados e oito tentos sofridos. Naquela oportunidade, cada vitória valia dois pontos. Desempenho de 82,5%. Nas duas campanhas, o Bragantino enfrentou alguns mesmos rivais.

São os casos de Criciúma, Operário, Botafogo, Londrina, Figueirense, CRB, Vila Nova, Atlético-GO, América-MG e Ponte Preta. Se na atual temporada foram 19 adversários, em 1989 a Série B contava com nada menos do que 96 clubes.

O Bragantino se sagrou campeão ao vencer por 2 a 1 outro clube paulista, o São José, de São José dos Campos. O time, atualmente, disputa a Segunda Divisão - equivalente à quarta divisão paulista.

TÉCNICOS
Há 30 anos, o Bragantino foi comandado por Vanderlei Luxemburgo, então em início de carreira. O hoje técnico do Vasco foi jogador e atuou como lateral do Flamengo e Internacional-RS entre outros clubes. Ele ainda comandou Antônio Carlos Zago.

O ex-zagueiro é o atual treinador do Bragantino. Luxa tinha 37 anos no ano do título e Zago acumula 50 primaveras.