Bragantino deve ter time feminino em 2020 e não descarta construção de um memorial

O Massa Bruta lidera a Série B do Campeonato Brasileiro e é um dos favoritos ao acesso

por Agência Futebol Interior

Bragança Paulista, SP, 06 (AFI) - Pensando em disputar o Brasileirão em 2020, o Bragantino já começa a traçar planos para montar sua equipe feminina, que virou uma norma obrigatória para todos os times da elite do futebol nacional. O futebol feminino ganhou força no Brasil, principalmente após a Copa do Mundo da França.

"Nós já estamos estudando esse ambiente, é um movimento recente, a questão de liga, a CBF incentivando os clubes. E até por ser uma exigência no regulamento de licenças da CBF para a Série A do Brasileiro. Então obrigatoriamente, em caso de acesso, nós teríamos que ter a equipe de futebol feminino e por isso estamos há algumas meses tentando entender esse mercado. Ou no ano que vem ou no próximo no máximo termos o time feminino. Até porque, o plano da CBF é exigir essa equipe em 2021 até para os times de Série B", afirmou Thiago Scuro, ao programa Dentro da Área, da TV Altiora.

Bragantino é uma das sensações da Série B
Bragantino é uma das sensações da Série B
MEMORIAL!
Os torcedores do Bragantino, alvoroçados com a parceria com o Red Bull Brasil, estão pedindo, através das redes sociais, a construção de um memorial para que a tradição da equipe de Bragança Paulista siga intacta. Thiago Scuro não escondeu a vontade de atender a torcida, mas desconversou.

"O nosso objetivo é enaltecer a tradição, a história. Muitos dirigentes, técnicos e atletas trabalharam muito para construir isso, e é fundamental que nós possamos valorizar isso deixe com que o torcedor tenha mais contato e acesso às conquistas do time. A nossa atenção prioritária é com a equipe, para depois pensarmos no restante. A empolgação do torcedor está diretamente ligada ao rendimento da equipe", ressaltou.

Com 27 pontos na Série B, o Bragantino briga ponto a ponto pela liderança. O próximo desafio é na sexta-feira, às 21h30, diante do Botafogo, no Nabi Abi Chedid.