Portuguesa 1 x 1 Bragantino - Muralha coloca Massa Bruta na liderança da A2

Felipe foi o grande destaque da partida, com pelo menos quatro defesas difíceis

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 19 (AFI) - Em uma noite inspirada do experiente goleiro Felipe, o Bragantino segurou o empate com a Portuguesa, por 1 a 1, no Estádio do Canindé, e assumiu a liderança isolada do Campeonato Paulista da Série A2. A partida desta sexta-feira abriu a sétima rodada.

Ainda invicto, o Bragantino chegou aos 15 pontos e deixou o Batatais para trás, mas pode ser ultrapassado pelo São Caetano neste sábado. No segundo jogo sob o comando de Ricardinho - estreou com vitória por 2 a 1 sobre o Velo Clube -, a Portuguesa segue no 11º lugar, com nove pontos, perdendo a chance de dormir no G8.

TUDO IGUAL
Alguns torcedores ainda entravam no Canindé quando o Bragantino abriu o placar, logo aos três minutos. Léo Jaime escapou pela linha de fundo e cruzou rasteiro. Thiago Santos bateu travado com o zagueiro e a bola sobrou para Lincom completar. A resposta da Lusa veio com Natan, que cobrou falta por cima do travessão.

O empate por muito pouco não saiu aos oito. Após bate e rebate dentro da área, Bruno Nunes finalizou rasteiro e Felipe fez grande defesa. A partida era bastante aberta, com os dois times criando chances. Bruno Pacheco fez boa jogada individual e cruzou para Thiago Santos cabecear no travessão.

Bragantino vai dormir na liderança, mas pode ser ultrapassado pelo São Caetano neste sábado
Bragantino vai dormir na liderança, mas pode ser ultrapassado pelo São Caetano neste sábado
Natan recebeu livre cruzamento vindo da direita, mas tirou muito de Felipe e cabeceou para fora. Aos 26, a zaga do Bragantino não conseguiu afastar cobrança de falta e a bola sobrou para Diego Gonçalves. Na hora da finalização, o atacante chutou em cima do adversário. A Portuguesa continuava criando boas chances, mas pecava muito na finalização.

Após receber der Bruno Nunes, Diego Gonçalves invadiu a área e tirou muito de Felipe, perdendo uma oportunidade incrível. Por contusão, o técnico Léo Condé perdeu os artilheiros Lincom e Thiago Santos. E mesmo assim o Massa Bruta quase ampliou. Bruno Pacheco cruzou e por muito pouco Jobinho não conseguiu completar, aos 41 minutos.

Aos 45, Natan invadiu a área e foi derrubado por Ivan dentro da área. O zagueiro Luan Peres cobrou com muita categoria, deslocando o goleiro Felipe e deixando tudo igual.

FELIPE É O CARA
Assim como terminou o primeiro tempo, a Portuguesa voltou do intervalo pressionando o Bragantino e criou duas oportunidades seguidas. Na primeira, Diego Gonçalves soltou a bomba e Felipe espalmou com as pontas dos dedos para escanteio. Logo depois, Bruno Nunes finalizou rasteiro e o goleiro defendeu novamente. Aos sete, Talis mandou na rede pelo lado de fora.

Aos 20 minutos, Bruno Nunes recebeu lançamento nas costas do zagueiro, mas na hora da finalização pegou fraco e facilitou a vida de Felipe. Na sequência, Caíque aproveitou rebote e acertou um bonito chute, mas o goleiro bragantino fez mais uma grande defesa.

A Lusa continua perdendo gol atrás de gol. Cesinha fez boa jogada individual pela esquerda e cruzou rasteiro. Na marca do pênalti e livre de marcação, Diego Gonçalves pegou muito mal e isolou.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela oitava rodada da Série A2. A Portuguesa enfrenta o Taubaté, às 20 horas, no Joaquim de Moraes Filho, em Taubaré. Já o Bragantino tem pela frente o Mirassol, às 20h30, no José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

Ficha Técnica

Fase
1ª Fase
Rodada
7ª rodada
Data
19/02/2016
Horário
21h30
Local
Canindé - São Paulo (SP)
Árbitro
Luiz Vanderlei Martinucho

Renda
R$ 15.355,00
Assistentes
Daniel Luis Marques e Evandro de Melo Lima

Público
1.835 pagantes
Cartões Amarelos
Portuguesa: Cesinha
Bragantino: Jobinho, Renan, Geandro

Gols
Portuguesa: Luan Peres 45' 1T
Bragantino: Lincom 3' 1T
Portuguesa
Farley;
Digão, Talis, Luan Peres e Cesinha;
Renan, Ferdinando (Caíque), Natan e Marcelo Labarthe (Formiga);
Diego Gonçalves e Bruno Nunes.
Técnico: Ricardinho.
Bragantino
Felipe;
Ivan, Douglas Silva, Eder Lima e Bruno Pacheco;
Renan, Geandro e Jobinho (Renan Diniz);
Léo Jaime, Lincom (Alemão) e Tiago Santos (Erick).
Técnico: Léo Condé.
 
 
" />