Série B: Com reservas, Bragantino bate Portuguesa em jogo-treino

O único gol do treino foi anotado pelo atacante Johnathan

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 25 (AFI) – Bragantino e Portuguesa se enfrentaram, nesta segunda-feira, em jogo-treino com as presenças apenas dos jogadores considerados reservas. Mesmo jogando no Canindé, em São Paulo, o Braga venceu a Lusa, por 1 a 0. O único gol do treino foi anotado pelo atacante Johnathan.

O técnico Osmar Loss aproveitou para dar ritmo aos reservas e também observar algumas variações táticas com estas peças que não estão atuando entre os titulares. O resultado agradou ao treinador.

“O resultado foi bom para levantar a moral dos jogadores. Fizemos boa partida e aproveitamos para observar melhor os atletas que não estavam sendo aproveitados entre os titulares. Gostei do que vi e do resultado. Agora vamos nos preparar para o jogo contra o América (MG) e buscar a reabilitação”, destacou.

Foto: Edinho Campos
A partida serviu também para o treinador avaliar o desempenho do atacante Diego Maurício, que foi liberado totalmente do departamento médico e participou do treinamento. Faz quase um mês que ele está afastado dos treinos com bola até seu retorno no meio da semana passada. O atacante participou da primeira parte do treinamento e descansou na segunda.

"Senti-me bem depois de ficar 15 dias parado. A dificuldade foi muito grande e a semana passada serviu para que eu me preparasse bem fisicamente. Espero que tudo corra bem duramnte a semana e se tiver a oportunidade de entrar no jogo contra o América, no final de semana, quero fazer o melhor para ajudar a equipe", comentou.

O JOGO
A partida foi bastante disputada e o Bragantino tentou ganhar o meio campo com dois homens de marcação e apenas Alan Mineiro na criação. Mas a Portuguesa também entrou com esta formação tática e os goleiros praticamente não trabalharam em razão da marcação levar vantagem sobre a criação.

Os dois momentos de perigo na etapa pertenceram ao Massa Bruta. A primeira aos 30 minutos depois que Fabrício bateu falta e obrigou o goleiro Douglas fazer boa defesa e mandar para escanteio. Na cobrança o segundo momento de perigo. Após cobrança novamente Fabrício apareceu e cabeceou firme. Douglas fez outra boa defesa e evitou o gol.

Na segunda etapa o Braga evitou com a mesma formação, mas aos poucos o técnico Osmar Loss foi alterando a equipe. Entraram Lauro, Zé Paulo, Lucas, João Vítor e Jhonathan. Estas alterações deixaram o time superior ao da Portuguesa que também mexeu.

Melhor em campo o Braga marcou aos 32 minutos, depois que Zé Paulo roubou a bola no meio e tocou para Jhonathan que bateu cruzado no canto esquerdo de Douglas. A Portuguesa ameaçou num único lance, em cobrança de falta de Diego, mas a bola passou perto do travessão de Lauro e foi para fora.

O Bragantino jogou com Rafael Copetti (Lauro); Rodney, Fabrício, Luan e Roberto; Bruno Costa, Wigor e Alan Mineiro (Zé Paulo), Tocantins (Lucas), Diego Maurício (João Vítor) e Isaac (Jhonathan).

A Portuguesa, por sua vez, começou com Douglas; Jhonatan, Anderson Luis, Jefferson e Julinho; Marcelo Rosa, Vinicius, Dieguinho e Victor Bolt; Guilherme Queiroz e Hugo.

 
 
" />