Ex-técnico do Guarani fala em 'desafio' no Botafogo e avisa: "Vamos sair dessa"

O treinador chegou para evitar o rebaixamento da equipe no Campeonato Paulista

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 02 (AFI) - De volta ao Botafogo após dez anos, o treinador Argel Fuchs, 46, elogiou a estrutura, falou sobre a história do Tricolor e prometeu um time competitivo. O novo comandante foi anunciado pelo Pantera na quinta-feira. Ele chegou em Ribeirão Preto no período da noite e, nesta sexta-feira, foi apresentado ao elenco e já comandou um trabalho tático.

“Fico muito feliz de trabalhar novamente no Botafogo, que é um clube moderno, organizado, estruturado e que dá condição de trabalho. Recebi o convite e aceitei imediatamente. Sou um treinador que escolho projeto e não trabalho. Por isso, aceitei essa proposta e vamos trabalhar para tirar o Botafogo desta situação o mais rápido possível”, disse Argel durante entrevista coletiva.

“Gosto muito deste tipo de desafio. É um clube que tem história, que tem uma camisa pesada e que já revelou grandes jogadores para o futebol brasileiro, além de possuir uma torcida apaixonada. Temos também que dar valor ao clube que paga o salário em dia”, acrescentou.

PAULISTÃO
Na entrevista, Argel contou que assistiu três jogos do Tricolor na edição deste ano do Campeonato Paulista.

Argel Fuchs é o novo técnico do Botafogo
Argel Fuchs é o novo técnico do Botafogo
“Deste elenco, 12 ou 13 atletas já trabalharam comigo em outros clubes. Temos também jogadores jovens e gosto de apostar em jovens. Tenho certeza que esse elenco pode render mais, o que ficou comprovado no treinamento de hoje. Fiquei feliz com o que vi”, afirmou.

“A nossa situação é muito parecida com o que vivemos em 2011 e conseguimos sair da zona de rebaixamento. Vamos aproveitar esse tempo que temos para trabalhar e dar padrão de jogo ao time. Gosto de uma equipe organizada, bem arrumada e competitiva. Já estamos trabalhando com esse objetivo. Vamos pensar jogo a jogo e o nosso foco agora é no duelo contra o Ituano”, explicou.

SÉRIE C
Com contrato até o final de novembro, Argel comentou também sobre a disputa da Série C do Brasileiro, que começa em maio.

“Chegamos com o objetivo de cumprir o contrato e também colocar o Botafogo novamente na Série B do Brasileiro. Vai ser um campeonato muito difícil, mas vamos trabalhar para atingir o objetivo”, disse Argel, que conquistou o acesso para a Série B em 2010, quando dirigia o Criciúma.