Série B: Após derrota para o Guarani, técnico pede demissão do Botafogo-SP

Após a partida, Claudinei Oliveira informou a imprensa de sua saída do clube em acordo com a diretoria

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 20 (AFI) – A derrota para o Guarani, de virada, por 2 a 1, no Brinco de Ouro, foi a última do técnico Claudinei Oliveira pelo Botafogo-SP. Após a partida, o treinador entrou em acordo com a diretoria e deixou o clube.

O treinador, contratado ainda no Campeonato Paulista, lembrou de sua trajetória no comando do clube, especialmente quando conseguiu evitar o rebaixamento no estadual.

“Queria deixar claro que foi um grande prazer, um grande orgulho defender o Botafogo de Ribeirão Preto. A gente sabe da bela história que esse clube tem. A gente recebeu uma missão muito difícil de livrar o time do rebaixamento para a Série A2 do Campeonato Paulista e tivemos êxito, iniciamos com certa dificuldade, mas aos poucos os jogadores entenderam o modelo de jogo e a gente conseguiu escapar”, explicou.

“No Brasileiro, o que a gente tinha como objetivo era ficar do meio para cima da tabela, mas as coisas não se encaixaram, infelizmente”, continuou o treinador.

Claudinei confirmou que deixa o clube sem mágoas, que entrou em acordo com a diretoria e passa a torcer pelo sucesso do clube na sequência da Série B.

“Acredito que é o momento do Botafogo buscar um outro profissional, um outro caminho. Eu acreditei que nesses últimos dez dias de trabalho a gente conseguiria fazer alguma coisa diferente, e a gente iniciou bem o jogo, mas sofremos o gol no segundo tempo e não conseguimos empatar”, disse.

“Quero agradecer muito esse grupo de atletas. Tem que se ter paciência, mas é um projeto que ainda vai ser vencedor. Vou estar torcendo muito pelo Botafogo. Não faltou empenho, os atletas se doaram ao máximo”, finalizou o treinador.