Ribeirão Preto em situação de emergência; Botafogo recomenda que elenco siga lá

Diretoria tricolor fez essa exigência e ainda distribuiu cartilhas a todos

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 19 (AFI) - No mesmo dia em que o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) decretou "situação de emergência" em Ribeirão Preto, a diretoria do Botafogo recomendou que os jogadores permaneçam na cidade paulista. Um dia após liberar os atletas das atividades por causa da pandemia do coronavírus, a diretoria tricolor fez essa exigência e ainda distribuiu cartilhas a todos.

"Elaboramos atividades que podem ser feitas em casa ou ar livre como é indicado pela OMS. Estaremos também em contato com os atletas diariamente dentro da necessidade de cada um", disse Emerson Buck, preparador físico do clube, que elaborou três programas de treinamentos com o objetivo de manutenção da força e da manutenção da resistência.

MEMIDAS DE EMERGENCIAS
Entre as medidas de "situação de emergência" estão a suspensão de todos os eventos públicos e privados entre 21 de março e 5 de abril. Há também proibição de visitas a hospitais, fechamento de cinemas, clubes, academias, clínicas de estética, boates, casas noturnas, bares, museus, centros culturais, atividades de saúde bucal e odontológica.

Ordem de cima. (Foto: Botafogo)
Ordem de cima. (Foto: Botafogo)

O Botafogo está na vice-lanterna do Paulistão com oito pontos, dois a menos do que o primeiro rival fora da degola. Na volta do Paulistão, o Botafogo vai encarar o Guarani no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.