Paulistão: Botafogo fecha com atacante que teve passagem apagada pela Ponte

Wellington Tanque atuou no futebol japonês nas últimas cinco temporadas e chega para melhorar o desempenho ofensivo do Pantera

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 06 (AFI) - O desespero bateu de vez na porta do Botafogo após a goleada para o Mirassol, por 6 a 0, em casa, no último final de semana. Pressionada, a diretoria foi ao mercado através de reforços.

Além de ter apresentado oficialmente o volante Naldo e o meia Victor Bolt, o Botafogo acertou nesta quinta-feira a contratação do atacante Wellington Tanque, que estava há cinco temporadas no futebol japonês.

Wellington Tanque é mais um reforço do Botafogo (Foto: Divulgação)
Wellington Tanque é mais um reforço do Botafogo (Foto: Divulgação)
O jogador de 31 anos foi revelado no Internacional e passou por São Caetano, Náutico, Figueirense, Goiás, Linense, Pelotas e Ponte Preta, além de Hoffenheim-ALE, Fortuna Düsseldorf-ALE, Twente-HOL, Shonan Bellmare-JAP, Avispa Fukuoka-JAP e Vissel Kobe-JAP.

O último clube brasileiro defendido por Wellington Tanque foi a Ponte Preta, em 2015. Mas a passagem pelo Moisés Lucarelli deixou a desejar. Foram apenas dez jogos e dois gols marcados.

CAMPANHA PÍFIA
Principal alvo da torcida tricolor, a diretoria pode ter acordado tarde, já que o Botafogo amarga a lanterna não só do Grupo B como também da classificação geral. Em quatro jogos, foi apenas um ponto somado.

Além disso, o time é disparado o dono da pior defesa, com 13 gols, e tem também um dos ataques mais ineficientes, com três gols.