Série B: Botafogo-SP impede funcionária de entrar no estádio e PM é acionada

Com 16 pontos, o Botafogo retoma a Série B do Campeonato Brasileiro na vice-liderança

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 09 (AFI) – Uma pequena confusão agitou Ribeirão Preto na última segunda-feira. A empresária Maria Rotirotti foi impedida de entrar na Arena Eurobike para trabalhar, acionou a Polícia Militar e registrou um Boletim de Ocorrência. Ela tinha um contrato de prestação de serviço com o Botafogo até dezembro e era responsável pela alimentação dos funcionários, mas o clube rompeu o vínculo unilateralmente.

Maria Rotirotti alega que ainda tinha pertences dentro do estádio e que a sua empresa ‘Alegria Alegria’ estava toda constituída no local. O Botafogo se ofereceu a pagar R$ 3 mil pelos materiais, mas a empresária justifica que o valor é irrisório. Depois de muita discussão, o clube liberou a entrada na cozinha para retirar suas coisas.

Botafogo-SP impede funcionária de entrar no estádio e PM é acionada
Botafogo-SP impede funcionária de entrar no estádio e PM é acionada
De acordo com Maria, o Botafogo aproveitou o final de semana, quando não tinha ninguém no estádio, para invadir a cozinha e arrombar a porta para assumir o local. A partir de agora o clube vai se responsabilizar pela alimentação dos funcionários, sem terceirizar.

Com 16 pontos, o Botafogo retoma a Série B do Campeonato Brasileiro na vice-liderança, atrás apenas do Bragantino, que tem 19. O clube aproveitou a parada para a Copa América para aprimorar o jogo coletiva e encerrou as reformas na Arena Eurobike.