Série C: Líder, Léo Condé quer escrever seu nome na história do Botafogo

Ao vencer o Tombense, o Botafogo fechou o turno com 18 pontos, cinco a mais do que o primeiro rival fora G4

por Agência Futebol Interior

Ribeirão Preto, SP, 12 (AFI) - O Botafogo é um dos destaques na Série C do Campeonato Brasileiro. Líder do Grupo B e dono da segunda melhor campanha no geral, o Pantera conta com o mesmo treinador há oito meses e isso tem feito a diferença em campo. Tanto é verdade que o jovem Léo Condé (foto) espera entrar para a história do Tricolor. Para se ter uma ideia, o Botafogo não tem o mesmo técnico no Estadual e no Nacional há dez anos. Marca quebrada por Condé.

"Desde que cheguei aqui, o meu trabalho tem sido bem endossado pela diretoria. Quando fui contratado, a temporada de 2017 já estava se aproximando do final e não tive muito tempo de conhecer o elenco, comandando o time logo de cara em jogos importantes. Neste ano, pude fazer uma excelente pré-temporada e acho que a confiança adquirida parte muito daí. Fizemos uma campanha satisfatória no Paulista, eliminados por questão de detalhe, contra o Santos, quando não estivemos na nossa melhor noite durante as cobranças de pênalti", analisou ele que ainda almeja uma melhora na Série C.

"Na Série C enfrentamos alguns desafios e ainda não estamos do jeito que queremos, mas as coisas estão melhorando e, graças ao bom treinamento, à continuidade do projeto e à fiel aplicação tática de cada jogador, estamos na liderança, posição satisfatória, mas que exige ainda mais trabalho e atenção. Tenho muito otimismo para o restante da temporada, pois sei que os profissionais que estão aqui e todo o planejamento desenhado até então podem nos levar longe, recolocando o Botafogo nas divisões de elite do futebol nacional".

Ao vencer o Tombense, por 1 a 0, em Ribeirão Preto, o Botafogo fechou o turno com 18 pontos, cinco a mais do que o primeiro rival fora da zona de classificação no Grupo B.

"Pensamos muito no legado que vamos deixar por aqui. É claro que é crucial nos preocuparmos em cumprir o objetivo do ano e em garantirmos o acesso, mas não pode ser apenas isso. De nada adianta subirmos se não criarmos uma base que nos permita continuar fortes nos próximos anos. Por isso, acredito que o principal propósito do nosso trabalho deva ser focar no futuro do time, que precisa ser sempre na elite. Vamos continuar com a dedicação e com a força que tivemos até aqui, lutando pelo acesso. Tenho a certeza de que nosso projeto é promissor e de que continuaremos criando muitos frutos aqui no Botafogo", finalizou o comandante.

No próximo sábado, o Botafogo irá a Bragança Paulista para enfrentar o Bragantino pela décima rodada do Grupo B.

 
 
" />