Afundado na lanterna, Botafogo encara o Atlético-GO e ainda sonha com arrancada

Hoje, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Barroca está a nove pontos do Fortaleza, o primeiro fora da zona da degola

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 20 (AFI) - Afundado na lanterna do Campeonato Brasileiro, o Botafogo busca um milagre para permanecer na Série A. O time alvinegro precisa de uma arrancada histórica para escapar de seu terceiro rebaixamento na história. Para isso, é fundamental vencer o Atlético-GO nesta quarta-feira, às 17h, no Engenhão, pelo jogo de abertura da 31ª rodada.

Em 30 jogos disputados até agora, o time somou apenas 23 pontos. Para piorar, com a derrota para o Santos por 2 a 1 no último domingo e a vitória do Coritiba por 1 a 0 sobre o Vasco, caiu para a lanterna da tabela. Segundo o matemático Tristão Garcia, o risco de queda à Série B é de 98%, maior porcentagem entre todos que brigam na parte de baixo.

Barroca ainda acredita no Botafogo. (Foto: Vitor Silva / BFR)
Barroca ainda acredita no Botafogo. (Foto: Vitor Silva / BFR)
Hoje, a equipe comandada pelo técnico Eduardo Barroca está a nove pontos do Fortaleza, o primeiro fora da zona da degola. O objetivo é, primeiro, pôr fim à série de quatro derrotas consecutivas no Brasileirão para ganhar confiança e reforçar que é possível realizar um milagre.

É POSSÍVEL?
Barroca reafirma, jogo após jogo, que ainda é possível permanecer na Série A, e avalia que o momento é para "pessoas corajosas", com o lado emocional forte, e capazes de enfrentar um dos momentos mais difíceis da história do clube.

"Tento encontrar no grupo aqueles jogadores que me dão encorajamento para enfrentar adversidade, personalidade e capacidade de fazer bom jogo mesmo nesse momento adverso. É um momento para pessoas corajosas, pra gente encarar de frente, assumir responsabilidades, trabalhar no limite, se cobrar muito forte", declarou o treinador.

Barroca vem realizando diversas mudanças no setor ofensivo e não consegue ajustá-lo. São quatro reveses seguidos e apenas um gol marcado. Na última partida, ele escalou Matheus Babi e Pedro Raul no ataque. O segundo balançou as redes de pênalti, mas os dois poucos participaram do jogo.

MISSÃO DURA!
Precisando de uma reação imediata, é possível que o técnico promova mudanças mais uma vez. O lateral-direito Kevin é um dos cotados a sair do time titular depois da atuação ruim diante do Santos. Cascardo pode assumir a vaga. Barrandeguy também é opção.

Na frente, Kelvin deve dar lugar ao peruano Lecaros. Outra alternativa é a entrada do jovem Matheus Nascimento. O goleiro Diego Loureiro foi bem em seu primeiro desafio entre os titulares, mas não é certo se vai permanecer na meta alvinegra já que Diego Cavalieri foi liberado pelo departamento médico para voltar.