Atlético-GO 1 x 1 Botafogo - Z4 é mais do que realidade para o Fogão

Time carioca até que saiu na frente, mas não conseguiu o resultado

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 27 (AFI) – Botafogo e Atlético-GO não passaram do 1 a 1 na noite deste domingo, no complemento da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Olímpico, em Goiânia. Victor Luis anotou o gol carioca, enquanto Hyuri marcou para os goianos.

O resultado acabou pior para o Fogão, que segue na zona de rebaixamento, em antepenúltimo lugar, com onze pontos. O Atlético-GO, por sua vez, segue no meio da tabela, com 13.

VEJA OS GOLS PELA TV SAGRES

BEM NA COPA DO BRASIL

Embalados pela classificação às oitavas da Copa do Brasil no último meio de semana, Atlético-GO e Botafogo fizeram um primeiro tempo com pouca emoção, mas com lances perigosos.

O Botafogo foi quem assustou no início em finalização de fora da área de Nazario, que obrigou Jean a fazer boa defesa logo aos oito minutos.

Os donos da casa quase abriram o placar em cobrança de falta de Janderson. Kevin tentou fazer o corte e quase complicou Cavalieri. Na sequência, em outra boa jogada de Janderson, a bola foi cruzada, mas passou na frente do gol sem ninguém para completar.


A resposta do Botafogo veio em cabeçada de Pedro Raul. Jean, mais uma vez, teve que fazer grande defesa para evitar o gol.


Atlético-GO e Botafogo fizeram um jogo equilibrado
Atlético-GO e Botafogo fizeram um jogo equilibrado
OLHA O GOL

Apesar das dificuldades dos dois times de chegarem ao ataque, o Botafogo conseguiu abrir o placar ainda no primeiro tempo.


Aos 43 minutos, Victor Luis chutou e a bola tocou na mão de João Victor. A arbitragem anotou pênalti. O lateral botafoguense bateu firme, venceu Jean e marcou 1 a 0.

FUNCIONOU BEM
Se no primeiro tempo, os cruzamentos do Atlético-GO não encontravam endereço no meio da área, no segundo tempo, Hiury voltou disposto a não deixar isso acontecer novamente.

Logo aos quatro minutos da segunda etapa, o atacante apareceu para completar passe rasteiro de Janderson e deixar tudo igual. Lei do ex funcionando em Goiânia.

O Atlético-GO tentou manter a pressão e buscou a virada em finalização de fora da área de Janderson, que Cavalieri defendeu bem. O Botafogo não ficou para trás e também bombardeou o gol adversário. Primeiro com Kevin, em finalização de primeira.

MAIS PRESSÃO
Em seguida foi a vez de Luiz Otávio. Ele recebeu boa enfiada de bola de Bruno Nazário e ficou de frente para o gol. No momento da finalização, Jean se antecipou bem e evitou o pior.

Nos minutos finais, o Atlético-GO teve a chance da virada em jogada de Nicolas, que terminou em cabeçada de Júnior Brandão para fora. Já o Botafogo ficou reclamando de toque de mão da defesa do Atlético-GO no último ataque, mas a arbitragem mandou o jogo seguiu e encerrou o duelo.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times têm compromisso atrasado pela primeira rodada no meio de semana. O Fogão encara o Bahia e o Dragão enfrenta o Corinthians.

O Botafogo volta a campo para o clássico contra o Fluminense, no próximo domingo, às 11 horas, no Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

No começo da noite do mesmo dia, às 18h15, o Atlético-GO visita o Fortaleza, na Arena Castelão.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
12ª rodada
Data
27/09/2020
Horário
18h15
Local
Olímíco - Goiânia (GO)
Árbitro
Leandro Pedro Vuaden (GO)

Assistentes
Jorge Eduardo Bernardi (GO) e José Eduardo Calza (GO)

Cartões Amarelos
Atlético-GO: Dudu, Gilvan
Botafogo-RJ: Caio Alexandre, Kanu, Rentería

Gols
Atlético-GO: Hyuri 4' 2T
Botafogo-RJ: Victor Luís 44' 1T
Atlético-GO
Jean;
João Victor (Dudu), Oliveira, Gilvan e Natanael (Nicolas);
Edson, Marlon Freitas e Matheus Vargas (Chico);
Matheuzinho (Gustavo Ferrareis), Janderson e Hyuri (Junior Brandão)
Técnico: Vagner Mancini
Botafogo-RJ
Diego Cavalieri;
David Souza, Rafael Forster e Kanu;
Kevin, Caio Alexandre (Luiz Otávio), Rentería, Bruno Nazário (Davi Araújo) e Victor Luís;
Pedro Raul (Kalou) e Matheus Babi.
Técnico: Paulo Autuori