Técnico de time da Série A pede demissão e chama Ferj de 'mamata'

Paulo Autuori ainda fez inúmeras críticas à Federação de Futebol do Rio de Janeiro

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 26 (AFI) - O técnico Paulo Autuori é conhecido por ser polêmico e não deixou passar em branco o fato de ter que comandar o Botafogo já neste domingo contra Cabofriense, pelo Campeonato Carioca. O treinador chegou a pedir demissão, mas acabou sendo convencido pela diretoria a permanecer no Fogão.

Paulo Autuori ainda fez inúmeras críticas à Federação de Futebol do Rio de Janeiro. O treinador fez uma comparação com a de São Paulo e afirmou que não vê nenhuma mudança há anos na entidade carioca.

Paulo Autuori chegou a pedir demissão do Botafogo
Paulo Autuori chegou a pedir demissão do Botafogo

"Ferj para mim não é a Federação do Estado do Rio de Janeiro, é a federação dos espertos do Rio de Janeiro. Não têm parâmetro nenhum, vivem aqui nessa coisinha futebol do Rio, no campeonato sem público. Só dá público nas semifinais e finais de turno. Eu conheci três presidentes de federação, que foram Otávio Pinto Guimarães, depois passou o Eduardo Viana e agora o Rubens Lopes. E eu não vejo qualquer tipo de evolução. É uma federação que não tem ideias", disse Autuori, que completou ao 'O Globo'.

"O que eu acho é que é uma grande mamata ali. Um feudo. Não vejo absolutamente nada em termos de ideias. Enquanto a federação paulista tem ideias e tenta coisas novas. Enquanto eu estava no Santos, eles convocavam dirigentes, treinadores, preparadores físicos, sabe? Escutavam todos para formular a tabela do campeonato. Aqui na federação carioca eles definem por eles próprios."

CARIOCA
O Botafogo é o quarto colocado do Grupo A da Taça Rio, com quatro pontos. O líder é o Flamengo, 12, seguido por Boavista, com sete. A partida deve ocorrer neste domingo, ás 11h, no Nilton Santos. Existe a possibilidade de ser transferida para o Maracanã.