Carioca: Valentim e Danilo Barcelos entendem cobranças, mas valorizam trabalho no Botafogo

"Fizemos um jogo muito ruim, muito abaixo, tirando os 10 primeiros minutos", afirmou o treinador alvinegro após o confronto

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 09 - Um dia após recepcionar o meia japonês Keisuke Honda de forma calorosa, a torcida viu o Botafogo ser dominado no primeiro tempo e perder para o Fluminense por 3 a 0, neste domingo, na sexta e última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara, no clássico disputado no estádio do Maracanã.

Dessa forma, não faltaram vaias contra o técnico Alberto Valentim. Após a partida, ele disse compreender a irritação, mas valorizou o trabalho que vem sendo feito no começo da temporada.

"Fizemos um jogo muito ruim, muito abaixo, tirando os 10 primeiros minutos, quando não estávamos deixando o Fluminense jogar. Depois, demos a oportunidade para o adversário abrir o placar. Não conseguimos reagir. É lógico que a torcida não ficou satisfeita", comentou.

"O alvo principal é o treinador, quando as coisas não acontecem. Temos que levantar a cabeça. Gostaria que o torcedor entendesse o processo, estamos contratando, trabalhando", completou o comandante alvinegro.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
O lateral-esquerdo Danilo Barcelos, que é uma das caras novas do grupo, também defendeu Alberto Valentim. Eles trabalharam juntos no Vasco, no começo da temporada passada.

"Tem que ter paciência com o trabalho. Queríamos vencer, é uma derrota que não esperávamos. Fizemos um primeiro tempo muito abaixo, mas estamos no caminho certo. Não é uma derrota que vai abalar o trabalho. O trabalho do (Alberto) Valentim é muito forte, não é uma derrota que pode atrapalhar isso", destacou.