Com apoio psicológico e conversas com Barroca, Marcinho celebra fase no Botafogo

"Graças a Deus, tenho a confiança plena do clube. Vi que sou muito querido, não só pela comissão, pelos companheiros", disse

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 07 - Quem vê as boas atuações de Marcinho nos últimos jogos do Botafogo não sabe o que o lateral-direito teve de enfrentar para retomar a confiança e continuar a carreira. Alvo de críticas constantes dos torcedores, o jogador revelou, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, que precisou de ajuda psicológica e apoio do técnico Eduardo Barroca.

"Difícil ver todo dia uma pessoa dizendo que você é ruim. Graças a Deus, tenho a confiança plena do clube. Vi que sou muito querido, não só pela comissão, pelos companheiros. Conversei muito com o Barroca, conversei muito com o Paulo Ribeiro, nosso psicólogo. Cresci muito", disse o jogador, de 23 anos, que contou o que fez durante o período em que esteve na reserva.

"Esse momento foi muito importante para mim. Parei para refletir sobre as coisas que fazia de bom e não eram valorizadas. Olhei também para os meus defeitos. Nesse período sabático, em que você olha para os acertos e defeitos são importantíssimos. Você cresce como pessoa. Acho que estava tudo mais na minha cabeça. Não tinha mais força para atacar, driblar, fazer meus cruzamentos e chutar no gol. Não conseguia reverter aquilo para ter força em campo. Foi o que eu consegui recuperar", afirmou Marcinho, um dos destaques do time na vitória, por 2 a 0, sobre o Avaí, no último domingo.

AGRADECEU O TREINADOR

O jogador também fez questão de ressaltar a ajuda que tem recebido de Barroca.

"Não tenho palavras para descrever o Barroca, sempre teve relação aberta comigo, franca. Ele não tem medo de ser verdadeiro. Nossa conversa foi mais de falar o que estávamos sentindo. Ele é um cara especial não só no futebol, mas na minha vida é um cara muito importante."

O elenco do Botafogo treinou nesta quarta-feira, visando o jogo com o Athletico-PR, domingo, às 16 horas, no Engenhão, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O destaque negativo foi a contusão de Alex Santana. O volante saiu da atividade com dores no músculo adutor da coxa direita, após finalizar a gol e se tornou dúvida para o duelo do fim de semana.