Embalado, Botafogo busca manter os 100% no Rio contra o Grêmio

Equipe do técnico Eduardo Barroca quer vencer mais uma em casa para permanecer entre os quatro primeiros na parada para a Copa América

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 12 - Em boa fase, o Botafogo volta ao Engenhão nesta quarta-feira, às 19h15, em duelo contra o Grêmio, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Eduardo Barroca tentará manter os 100% no Rio pela competição buscando permanecer na zona de classificação para a Copa Libertadores de 2020 durante a parada para a Copa América.

Com o adversário desta quarta-feira na memória mais recente do torneio continental, o time que está com 15 pontos e ocupando o quarto lugar na tabela do Brasileirão tenta esquecer a eliminação para os gaúchos nas quartas de final da competição em 2017 e manter a boa fase de um time que ganhou sete dos dez jogos sob a liderança de Barroca.

O zagueiro Gabriel não estava no clube de General Severiano em 2017, mas lembrou de um encontro marcante com os gremistas na Copa do Brasil de 2016. Quando atuava pelo Atlético-MG, ele marcou um dos gols da equipe mineira na final do torneio contra os gaúchos. "É sempre bom marcar gol, rever uma equipe gigantesca como a do Grêmio. Mas o futebol é coletivo, o importante é a vitória, e não quem faz o gol".

Barroca carrega bons números pelo Botafogo. (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Barroca carrega bons números pelo Botafogo. (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
E ultimamente a vitória tem sido íntima do Botafogo quando o jogo é no Engenhão. O time não perde no estádio há dez partidas, contabilizando jogos do Brasileirão, da Copa Sul-Americana, Copa do Brasil e Carioca. Com Barroca na área técnica, a equipe venceu os quatro jogos que disputou em sua sede, contra Bahia (3 a 2), Fortaleza (1 a 0), Vasco (1 a 0) e Sol de América (4 a 0).

No total, o técnico que substituiu Zé Ricardo após a eliminação para o Juventude na Copa do Brasil, em abril, conta com 66% de aproveitamento nas dez partidas em que comandou o time. "Barroca chegou pensando em curto prazo ser o melhor possível. Creio que conseguimos dar essa resposta. Vai ter tempo para desenvolver nessa parada da Copa América a filosofia de trabalho dele, que é das melhores possíveis", concluiu Gabriel.

Para o jogo desta quarta-feira, Barroca não poderá contar mais uma vez com o goleiro Gatito Fernández, que está com a seleção do Paraguai para a disputa da Copa América e dará lugar outra vez a Diego Cavalieri. Assim, deve ser repetida a escalação do triunfo em Maceió (2 a 1) contra o CSA.