Carioca: Marcinho vê mescla entre experiência e juventude como trunfo do Botafogo

A declaração de Marcinho foi dada no contexto de uma avançada negociação para o Botafogo contratar outro veterano

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 07 - Com apenas 22 anos, Marcinho já conseguiu se firmar como lateral-direito titular do Botafogo, sendo uma das várias revelações das divisões de base do clube que vem conquistando espaço no elenco principal. Mas o clube também não tem deixado de apostar em jogadores experientes, tanto que se reforçou para 2019 com o goleiro Diego Cavalieri, de 36 anos, e o meio-campista Cícero, de 34 anos. E Marcinho acredita que essa mescla pode ajudar o time a ter mais sucesso nesta temporada.

"Acho que é uma união de lados. A gente tem o vigor por sermos jovens e a qualidade também. Temos surpreendido muitos, com o Botafogo revelando jogadores. Vamos aliando uma coisa com a outra para dar o melhor pelo Botafogo. Eles viveram muito mais vezes as coisas dentro do campo. Eles tem outra visão, outro jeito de jogar e isso só agrega para nós. Falando de Botafogo é necessário sempre brigar por grandes títulos", disse, nesta quinta-feira.

Marcinho vê mescla entre experiência e juventude como trunfo do Botafogo
Marcinho vê mescla entre experiência e juventude como trunfo do Botafogo
A declaração de Marcinho foi dada no contexto de uma avançada negociação para o Botafogo contratar outro veterano, o meia-atacante Diego Souza. E Marcinho elogiou a possível chegada do jogador do São Paulo, de 33 anos.

"Está no ar ainda, não foi confirmado, mas se vier vai somar bastante para a gente. Um cara tecnicamente bem acima do nível. Mais um jogador experiente. A nossa equipe é bem jovem e perdemos um jogador importante que é o Carli. A chegada dele é importante no quesito experiência", afirmou.

DE BOM TAMANHO
O Botafogo avançou neste começo de temporada na Sul-Americana e na Copa do Brasil, mas tem desempenho decepcionante no Campeonato Carioca, tendo caído na primeira fase da Taça Guanabara. E só fez um ponto em dois duelos da Taça Rio. O terceiro será na segunda-feira, no Engenhão, contra o Madureira. E Marcinho garante que o grupo tem se cobrado por uma recuperação.

"Futebol é bem difícil de explicar e essa é uma das vezes. Não tenho nem resposta para isso. Demonstramos nosso valor em jogos difíceis e em alguns jogos teoricamente mais fáceis não fomos bem. Vou deixar sua resposta em branco. A gente tem se cobrado muito. Não podemos ocupar essa colocação que estamos e vamos com tudo para sermos campeões da Taça Rio", comentou.