Zé Ricardo destaca evolução no Botafogo e comemora fim de trauma na Copa do Brasil

O Fogão avançou para a segunda fase do torneio ao derrotar o Campinense por 2 a 0

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 14 (AFI) – Após fazer papel de coadjuvante na Taça Guanabara, o Botafogo enfim começa a ganhar corpo na temporada 2019. O time carioca classificou para a segunda fase da Copa do Brasil ao derrotar o Campinense pelo placar de 2 a 0, no Estádio do Amigão. O técnico Zé Ricardo falou da importância de João Paulo para a equipe e destacou e evolução após a semana de trabalho.

“Depois de um início ruim, a gente reconhece que as coisas estão evoluindo. Mas hoje ainda pecamos, principalmente no primeiro tempo, onde demos muitos contra-ataques para a equipe do Campinense. Depois, fizemos o nosso primeiro gol. No segundo tempo, a gente cobrou de valorizar mais a posse. O segundo gol acabou dando tranquilidade e a oportunidade para o João Paulo (que entrou no segundo tempo) readquirir a forma física. Certamente será um jogador importante para nós na temporada”, afirmou o treinador.

Zé Ricardo se mostrou também aliviado com a classificação para a segunda fase, lembrando a queda, no ano passado, diante do Aparecidense, na estreia da Copa do Brasil.

“ Importância grande. A gente precisava classificar hoje. Depois, vamos dizer, do trauma do ano passado, a gente precisava passar dessa primeira fase. A Copa do Brasil é uma competição em que todos os times têm grande ambição, e o Botafogo não é diferente. Então o pensamento grande na competição, tanto na de hoje quanto na da semana que vem (Sul-Americana). São importantes, e vencer no mata-mata dá moral e confiança para seguirmos o trabalho”, destacou.

Zé Ricardo deu coletiva de imprensa após vitória contra Campinense - Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Zé Ricardo deu coletiva de imprensa após vitória contra Campinense
SITUAÇÃO/SUL-AMERICANA
O Botafogo terá pela frente na segunda fase o Cuiabá, que foi até o Amapá e derrotou o Ypiranga-AP pelo placar de 1 a 0. O próximo desafio do time carioca é no dia 20 de fevereiro (quarta-feira) diante do Defensa y Justicia, pela Copa Sul-Americana. No jogo de ida, vitória por 1 a 0, no Engenhão.

“Agora é descansar bastante. Na próxima semana, temos um adversário bem difícil, atual líder do Campeonato Argentino (divide a ponta com o Racing). A gente vai ter que se preparar bastante se quiser trazer a classificação na Sul-Americana para o Rio”, finalizou.

 
 
" />