Rodrigo Lindoso desabafa após marcar gol da vitória do Botafogo

O jogador desperdiçou um pênalti na última rodada, em derrota para o Fluminense

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 16 (AFI) – A vitória do Botafogo sobre o América-MG, neste domingo cedo, teve um significado especial para o volante Rodrigo Lindoso. Ele foi o autor do único gol da partida e se redimiu da perda de um pênalti, uma semana atrás, na derrota por 1 a 0 para o rival Fluminense no Maracanã quando chutou e o goleiro Rodolfo defendeu.

“Só eu sei o que passei durante a semana, porque ficou aquele peso da derrota nas costas. Sou o cobrador oficial e , por isso, eu bati. Mas só perde quem bate. Procurei manter o foco e consegui marcar o gol. A bola até desviou no zagueiro (Matheus Ferraz), mas o quarto árbitro viu meu esforço para desviar a bola” – comentou, aliviado pela vitória e pela recuperação pessoal.

Tanto que ele já convocou os companheiros para ‘virar a chave’ tendo em vista que quinta-feira o time volta a disputar a Copa Sul-Americana. Pelas oitavas de final vai enfrentar o Bahia, na Arena Fonte Nova. É o jogo de ida. Por coincidência, no próximo domingo, o Botafogo vai pegar o outro time baiano, o Vitória, então pelo Brasileiro. A delegação vai permanecer na capital baiana.


APOIO DA TORCIDA

O zagueiro Igor Rabello enalteceu o apoio da torcida e demonstrou confiança de melhora nos próximos jogos.

“Foi importante o apoio da torcida, porque a gente sente mais o clima lá dentro e isso ajuda muito. Tomara que a diretoria mantenha a promoção e possamos ter nossa torcida sempre do nosso lado” – projetou.

Com ingressos mais baratos, o público no Engenhão superou os 25 mil torcedores. A torcida participou bastante do jogo, aplaudiu os jogadores e festejou a vitória como se fosse uma final de campeonato.

Sem dúvida, cada jogo agora é uma decisão para se distanciar da zona do rebaixamento. Com 29 pontos, o Botafogo ocupa a 13.ª posição.

Tradicionalmente supersticiosa, a torcida botafoguense também espalhou muito sal grosso na chegada da delegação ao Engenhão.

 
 
" />