Gustavo Noronha admite salários atrasados e cobra empenho do elenco botafoguense

O dirigente se reuniu com os jogadores antes do treinamento realizado na manhã desta terça-feira

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 11 - O vice-presidente do Botafogo, Gustavo Noronha, apareceu nesta terça-feira na reapresentação do elenco e prestou esclarecimentos aos jornalistas sobre a situação do Botafogo.

Não bastassem os três jogos consecutivos sem vitória no Campeonato Brasileiro e a proximidade da zona de rebaixamento, o dirigente ainda admitiu que os salários de agosto dos jogadores estão atrasados.

"O financeiro trabalha para conseguirmos fazer uma operação em cima de alguns recebíveis e quitar tudo", afirmou.

REUNIÃO COM ELENCO
Noronha também teve uma conversa com os atletas antes do treinamento e completou:

"A gente tem sempre essa conversa, é comum. Vamos ter algumas conversas, mas nada fora do normal", prosseguiu.

PRESSÃO
Noronha também falou sobre a pressão enfrentada pelo time por conta do mau momento no Campeonato Brasileiro.

O vice-presidente Gustavo Noronha admitiu que o Botafogo está com os salários atrasados
O vice-presidente Gustavo Noronha admitiu que o Botafogo está com os salários atrasados
"Há uma cobrança de todos, a performance não está boa e é o momento de fechar o trabalho e fazer as coisas com um pouco mais de zelo. Nosso grupo trabalha muito e tivemos alguns problemas durante a temporada como lesões e alternância de treinadores, algumas coisas que atrapalharam. Agora é o momento do algo a mais, de nos fecharmos", afirmou o dirigente.

O time alvinegro está a apenas dois pontos da zona de rebaixamento. O elenco tem a semana livre para trabalhar e volta a campo no domingo, às 11h, no estádio do Engenhão, quando receberá o América Mineiro, pela 25ª rodada. O adversário está apenas quatro pontos à frente na tabela.

"Será um jogo chave para nós e os três pontos são fundamentais. O nosso foco está nessa partida e estamos todos unidos em busca desse resultado. Precisamos muito. Uma forma de mostrar que há uma união e que os jogadores contam com o respaldo da diretoria para o trabalho ser feito", complementou Noronha.

SAIU EM DEFESA DO TREINADOR
Por conta do horário da partida, o técnico Zé Ricardo optou por programar todos os treinamentos desta semana para o horário da manhã. O vice-presidente elogiou o trabalho do treinador, mas aproveitou também para cobrar.

"O trabalho é consistente, bom e a avaliação é positiva. Claro que os resultados não estão vindo da maneira que a gente esperava, mas faz parte. O pedido é para que todos se empenhem um pouco mais. Na vida em alguns momentos precisamos fazer coisas diferentes para alcançarmos diferentes resultados, então todos estão conscientes disso. O treino está sendo intenso, com pegada. É o que precisamos no momento", finalizou.

 
 
" />