Carioca: Valentim vê vitória dar mais 'tranquilidade' ao Botafogo, mas cobra evolução

O triunfo sobre o Bangu, no Engenhão, fez a equipe assumir a vice-liderança do Grupo C da Taça Rio

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 07 - Depois de amargar uma derrota por 1 a 0 no clássico do último sábado, no Engenhão, em um jogo no qual o seu time foi altamente prejudicado pela arbitragem, o técnico Alberto Valentim exaltou o peso que o triunfo sobre o Bangu, também por 1 a 0, na noite desta terça-feira, teve para o Botafogo no Campeonato Carioca. O triunfo fez a equipe assumir a vice-liderança do Grupo C da Taça Rio e também serviu para resgatar a confiança e o ânimo após o revés sofrido diante dos flamenguistas.

"Foi muito importante. Pedi muito aos jogadores que fizéssemos uma partida boa, de qualidade, mas precisávamos muito dessa vitória. Vitória boa, e agora vamos ter mais tranquilidade para o jogo com o Volta Redonda. Vai ser um jogo difícil e precisamos ir fortes", afirmou o treinador, em entrevista coletiva, ao projetar a partida do próximo domingo, às 17 horas, fora de casa, no estádio Raulino Oliveira, pela quinta rodada do segundo turno da competição estadual.

Depois de perder para o Flamengo após a arbitragem não marcar um impedimento no lance que resultou no gol do zagueiro Rhodolfo, o Botafogo teve um gol que marcou anulado pela arbitragem em impedimento assinalado de forma errada, já aos três minutos do primeiro tempo. E o time alvinegro só foi conseguir garantir o seu triunfo na etapa final, graças a um golaço de Rodrigo Pimpão.

Carioca: Valentim vê vitória dar mais 'tranquilidade' ao Botafogo, mas cobra evolução (Foto: Divulgação / CRVG)
Carioca: Valentim vê vitória dar mais 'tranquilidade' ao Botafogo, mas cobra evolução (Foto: Divulgação / CRVG)
Porém, Valentim cobrou evolução do ataque da equipe ao admitir que o aproveitamento das oportunidades criadas foi ruim nesta terça-feira, assim como pediu uma melhora em outros setores do time.

"A gente precisa melhorar a nossa fase ofensiva. Se nós criamos algumas oportunidades, foram 16 finalizações se eu não me engano, a gente precisa caprichar e fazer os gols", disse o técnico, que também ponderou.

"Mais uma vez jogamos (com o time) no campo do adversário, assim como finalizamos, tivemos o controle da partida. Vejo uma evolução jogo a jogo, mas ainda precisamos melhorar de tudo um pouco".

Já ao falar sobre a arbitragem, o treinador evitou criticar de forma dura o erro da assistente Andréa Izaura Marcelino de Sá na jogada do gol de Kieza, que ele qualificou como "um lance mais difícil" do que o do clássico do último sábado. Curiosamente, Rhodolfo marcou também aos 3 minutos da etapa inicial do duelo com os rubro-negros, em gol irregular que voltou a ser lamentado pelo comandante botafoguense.

"A gente fica muito chateado com o tamanho do erro. Contra o Flamengo foi muito pesado. O jogo já passou, o Flamengo ganhou, mas não pode numa bola parada com o bandeira de frente, o jogador, que já estava em posição irregular, e o bandeira não conseguir ver. Mas hoje (terça) era uma situação mais difícil", destacou Valentim.

 
 
" />