Botafogo 2 x 1 Chapecoense - Nos acréscimos, Fogão finca pés no G7

Gol da vitória foi marcado pelo jovem Vinícius Tanque aos 49 minutos do segundo tempo

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 11 (AFI) – O Botafogo sofreu, mas conseguiu se recuperar da derrota antes da paralisação para as eliminatórias. Na noite desta quarta-feira, na abertura da 27ª rodada, o time carioca derrotou a Chapecoense, por 2 a 1, de virada, no Engenhão, no Rio de Janeiro. O gol da vitória saiu aos 49 minutos do segundo tempo com Vinícius Tanque.

O resultado consolidou o Botafogo na zona de classificação para a Libertadores, com 43 pontos. A Chapecoense, por sua vez, segue com 32 pontos, ainda lutando contra o rebaixamento. Na sequência da rodada, o time catarinense pode perder algumas posições e ficar ainda mais perto do Z4.

FRACO...
A noite era de calor no Rio de Janeiro, mas a primeira etapa foi fria e de poucas chances de gol. Com um ataque considerado reservas – Brenner e Guilherme foram escalados entre os titulares, o Botafogo demorou para se encontrar no campo de ataque, mesmo ficando com a bola e controlando a partida.

A única oportunidade de perigo veio em jogada parada, aos 18 minutos. Depois de cobrança de falta, Jandrei saiu mal, não cortou o cruzamento e a bola sobrou para Bruno Silva. Com o gol vazio, o volante finalizou torto e mandou longe da meta. A Chapecoense se limitou a marcar e apostou nas bolas longas para Túlio de Melo e Wellington Paulista, mas não teve sucesso.

AGORA VAI?

Apesar da expectativa de melhora, o segundo tempo começou em ritmo lento e só engrenou depois que a Chapecoense abriu o placar, logo aos 14 minutos. Túlio de Melo dividiu com o marcador e cruzou no segundo pau. Apodi antecipou o marcador e testou sem chances para Gatito Fernández. O Botafogo foi obrigado a se lançar no ataque e não demorou para empatar.

Aos 20 minutos, depois de cobrança de falta de João Paulo, Carli ajeitou de cabeça para o meio da área e Brenner apareceu para completar para o fundo das redes, também pelo alto.

VIRA-VIRA
As equipes trocaram bons ataques e a Chapecoense quase voltou a ficar na frente em finalização de Túlio de Melo depois de cruzamento rasteiro de Apodi. Os donos da casa até chegaram a balançar as redes com Rodrigo Pimpão, que veio do banco de reservas, mas a arbitragem assinalou infração contra o Botafogo no momento do lançamento.
De tanto insistir, o Botafogo foi buscar a virada aos 49 minutos. Em novo cruzamento, desta vez com Rodrigo Pimpão, Vinícius Tanque apareceu no segundo pau e desviou de cabeça para o gol.

PRÓXIMOS JOGOS
O Botafogo volta a campo para o clássico contra o Vasco, no próximo sábado, às 19 horas, no Maracanã, no Rio de Janeiro. No domingo, a Chapecoense recebe o Flamengo, às 17 horas, na Arena Condá, em Chapecó.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
27ª rodada
Data
11/10/2017
Horário
19h30
Local
Nilton Santos - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Leandro Pedro Vuaden - RS

Renda
R$ 106.390,00
Assistentes
Jose Eduardo Calza e Mauricio Coelho Penna - RS

Público
6.548 pagantes (7.613 presentes)
Cartões Amarelos
Botafogo-RJ: Matheus Fernandes
Chapecoense-SC: Apodi, Douglas Grolli, Moisés Ribeiro

Gols
Botafogo-RJ: Brenner 20' 2T, Vinícius Tanque 49' 2T
Chapecoense-SC: Apodi 14' 2T
Botafogo-RJ
Gatito Fernández;
Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luís;
Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes (Marcos Vinícius) e João Paulo;
Guilherme (Rodrigo Pimpão) e Brenner (Vinícius Tanque)
Técnico: Jair Ventura
Chapecoense-SC
Jandrei;
Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo;
Canteros, Lucas Mineiro, Moisés Ribeiro (Elicarlos) e Alan Ruschel (Penilla);
Wellington Paulista e Túlio de Melo
Técnico: Emerson Cris