RJ: Técnico do Bota vai conversar com Herrera após desobediência

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 05 (AFI) – O Botafogo suou, mas venceu o Madureira nesta quinta-feira, por 2 a 1, pela segunda rodada da Taça Rio. Mas um lance chamou a atenção. Quando o árbitro assinalou o terceiro pênalti em favor do time alvinegro, o técnico Joel Santana pediu que Marcelo Cordeiro fizesse a cobrança, mas o argentino Herrera pegou a bola e converteu.

Confira:
É oficial! Cruzeiro confirma amistoso contra Seleção da Copa

Antes, o hermano havia convertido o primeiro, na primeira etapa, e perdido o segundo na etapa final. Mas, mostrando personalidade, Herrera chamou a responsabilidade e bateu bem, para fazer o seu segundo no jogo e o da virada do Botafogo.

“Alguns assuntos nós resolvemos em família, dentro de casa, entre pai e filho. Os jogadores argentinos parecem ter raiva quando erram. E como ele é o nosso batedor número 1, não estou vendo nenhum tipo de problema no que aconteceu”, afirmou o treinador.

Já Herrera preferiu não polemizar e disse que mostrou personalidade no lance, principalmente por ter perdido um antes. Mas comemorou o fato de ter convertido e dado a vitória ao Botafogo.