Após sete jogos no Boca Juniors, volante italiano anuncia que irá pendurar as chuteiras

Apesar de todo amor declarado e de estar no Boca Juniors desde julho, De Rossi realizou apenas sete partidas e anotou um gol

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) - O volante Daniele De Rossi irá pendurar as chuteiras. O anuncio foi feito nesta segunda-feira ao lado de Jorge Amor Ameal, presidente do Boca Juniors. Aos 36 anos, ele afirmou que tomou a atitude de se aposentar para ficar mais próximo da família. O italiano passou menos de uma temporada no clube argentino.

"Estou me aposentando. Eles (diretores) me disseram para levar o tempo que precisasse. Me ofereceram ajuda para resolver o que está acontecendo comigo. Mas não preciso de ajuda. Eu preciso voltar para minha casa", disse De Rossi que se declarou ao Boca Juniors.

"Eu digo adeus a um clube que entrou no meu coração. Estou saindo porque minha família também sente minha falta. Não existe problema de saúde. Não quero entrar em maiores detalhes demais, mas minha filha mais velha, de outro casamento, ficou na Itália. Uma garota que precisa do pai por perto. Aqui estamos muito longe", completou.

Adeus em italiano. (Foto: Boca Juniors / Divulgação)
Adeus em italiano. (Foto: Boca Juniors / Divulgação)

Apesar de todo amor declarado e de estar no Boca Juniors desde julho, De Rossi realizou apenas sete partidas e anotou um gol. Na Roma, porém, ele é ídolo. Lá foram 18 anos, 616 partidas e 64 gols. Pelo clube italiano, o volante foi campeão da copa da Itália (2007 e 2008) e da Supercopa da Itália (2007). Sem falar que De Rossi foi campeão do mundo com a Seleção Italiana em 2006 e vice europeu em 2012.